Projeto de Stephen Hawking continua em busca de extraterrestres

(ANSA) – A maior iniciativa em busca de vida extraterrestre começa a dar seus primeiros passos na Austrália. O projeto, intitulado “Breakthrough Initiatives” (“Iniciativa Inovadoras”, em tradução livre), revelou as primeiras observações de um planeta parecido com a Terra e propenso a ter vida. Trata-se de um astro que orbita a estrela Proxima Centauri, a mais próxima ao Sol, na constelação Centauro.

O planeta Proxima b – ou como os astrônomos o apelidaram, Exo-Earth (Exo Terra) – apresenta características propícias para o desenvolvimento de vida. As observações foram feitas pelo telescópio Parkes, localizado na Austrália. Mas esse é só o primeiro passo da iniciativa. O objetivo do projeto, estimado em US$ 100 milhões e criado pelo físico Stephen Hawking, com colaboração do russo Yuri Milner, é essencialmente achar extraterrestres. Para isso, os astrônomos estão fazendo um mapeamento detalhado das estrelas e planetas mais próximos ao nosso sistema solar.

“O Planeta b está a uma distância pequena da Terra – menos de 4,5 anos-luz -, é altamente improvável a existência de outra vida inteligente nesse curto espaço”, observa Giancarlo Gente, engenheiro aeroespacial do Politécnico de Turim e único italiano envolvido no projeto.

“Todavia, a proximidade do sistema Alpha Centauri e suas estrelas com a Terra as tornam ideais para hipotéticas viagens interestelares. Por isso, vale a pena estudá-las”, completou Gente.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!