Home Notícias Brasil RN Natal Procon Natal implanta serviço de atendimento pelo WhatsApp

Procon Natal implanta serviço de atendimento pelo WhatsApp

Publicidade

Procon Natal implanta serviço de atendimento pelo WhatsApp
Foto: Divulgação
0
Publicidade

Um novo canal de comunicação está disponível para os consumidores natalenses. O Procon Natal implantou o serviço de atendimento pelo aplicativo WhatsApp Messenger. Por meio do número (84) 98870-3865, o serviço tem o objetivo de receber demandas dos consumidores, incluindo sugestões, dúvidas, pedidos de orientações, denúncias, críticas ou elogios ao instituto.

“Estamos agregando uma ferramenta atual da nova tecnologia da comunicação, muito utilizada hoje em dia, para ampliar nosso atendimento junto à população. O propósito é fortalecer ainda mais o trabalho de garantia dos direitos dos consumidores”, explica a diretora-geral do Procon Natal, Aíla Cortez. O WhatsApp Messenger é um aplicativo de multiplataforma que permite à população trocar mensagens gratuitas por celulares conectados a redes de internet.

Segundo Aíla Cortez, os casos recorrentes de infrações cometidas pelos fornecedores e a vulnerabilidade do consumidor em muitas situações trazem a necessidade de expansão da atuação do instituto municipal. “A implantação do novo meio de comunicação com o Procon Natal contribuirá para dar maior conforto e uma melhor qualidade dos serviços prestados à população natalense”, completa ela.

A diretora do Procon Natal também ressalta que, mesmo com a implementação do novo canal de acesso, que estreita e aproxima ainda mais o consumidor do serviço prestado, a abertura de processo administrativo por parte do consumidor, chamado de reclamação, continua a ser feita apenas na sede do instituto. O Procon Natal fica na rua Seridó, 355, no bairro de Petrópolis. O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, das 8 às 14 horas.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!