Home Notícias Mundo Por visita do Papa, Cuba indultará mais de 3 mil detentos

Por visita do Papa, Cuba indultará mais de 3 mil detentos

Publicidade

Por visita do Papa, Cuba indultará mais de 3 mil detentos
Foto: Foto: Ismael Francisco / Cubadebate
0
Publicidade

(ANSA) – Por decorrência da visita do papa Francisco, o governo de Cuba anunciou nesta sexta-feira (11) que irá conceder uma graça a 3.522 detentos, que deverão ser libertados em até 72 horas. De acordo com comunicado divulgado pelo diário oficial “Granma”, a medida é a mesma aplicada antes das visitas de João Paulo II e Bento XVI.

Segundo o governo, entre aqueles que receberam o indulto estão “pessoas com mais de 60 anos de idade, jovens menores de 20 anos sem cadastro criminoso, doentes crônicos, mulheres, vários que cumpriram o prazo estabelecido para a liberdade condicional no ano de 2016 e uma parte daqueles que cumprem a sanção e trabalham em condições abertas, bem como estrangeiros”.

O Conselho de Estado ressaltou que entre os libertados não está ninguém que tenha cometido um crime considerado grave, como homicídio, estupro, corrupção de menores ou por “delitos contra a segurança do Estado”. Já os estrangeiros que receberam o benefício deverão voltar rapidamente aos seus países de origem.

A visita do Pontífice a Cuba ocorrerá entre os dias 19 e 22 de setembro e ele celebrará três grandes missas para a população: uma no dia 20, em Havana, outra no dia seguinte, em Holguín, e a terceira em Santiago de Cuba, no dia 22.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!