Home Notícias Brasil RN População de Afonso Bezerra é contra a possível construção de um presídio no município

População de Afonso Bezerra é contra a possível construção de um presídio no município

Publicidade

População de Afonso Bezerra é contra a possível construção de um presídio no município
Presídio Estadual de Parnamirim (Foto: Alberto Leandro)
0
Publicidade

A população do município de Afonso Bezerra, localizado na região Central do Rio Grande do Norte, amanheceu nas ruas da cidade nesta segunda-feira (15) para mostrar insatisfação contra a possível construção de um presídio no município pelo governo do Estado.

Natural de Afonso Bezerra, cidade onde mantém uma fazenda para os finais de semana e férias da família, a jornalista Liege Barbalho foi convocada pela comunidade a participar do movimento e no domingo (14) esteve reunida com os vereadores Aldenor Bezerra e Gilvan Avelino, do PMDB da cidade, além de jovens e blogueiros da região que se posicionaram contra a obra, que mesmo antes de ter sua pedra fundamental fincada, assusta a população.

“Os moradores de Afonso Bezerra estão aterrorizados com essa notícia, estão mobilizados e foram às ruas na manhã desta segunda-feira, ocupando a Praça Cívica em manifestação pacífica e logo mais à tarde, teremos uma sessão especial na Câmara Municipal para tratar da questão”, informou Liege Barbalho, revelando que grupos de jovens circularão pelos bairros da cidade com um abaixo assinado para colher assinaturas e ainda passarão por propriedades rurais e comunidades.

“Não é possível que esse desorientado prefeito concorde com a ideia do governo em instalar oficialmente a insegurança numa cidade tranquila! Já imaginou quando tiver as rebeliões e fugas? Invasões de fugitivos às residências? Tiroteios e balas perdidas? E o aumento na violência com as famílias desses presos vindo morar aqui? Quem vai pagar o pato é o povo”, alertou Liege, declarando que a sua terra natal não merece um presente de grego como este.

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!