Polícia executa tigre que matou um homem após fugir de zoológico durante enchente

Um tigre branco que matou um homem depois de escapar de um zoológico da Geórgia em meio a inundações apocalípticas foi morto a tiros pela polícia. O tigre estava entre as dezenas de animais, incluindo ursos, lobos e um hipopótamo que fugiu pela capital Tbilisi, depois que uma chuva torrencial danificou suas jaulas e os libertaram no último domingo (14).

A vítima, conhecida como Otar Tsukhishvili, foi atacado até a morte nesta manhã, quando ele entrou em um armazém onde o animal tinha escondido durante os últimos três dias. Uma testemunha disse: “Foi um tigre branco, um grande problema. Ele atacou o homem, agarrou-o pelo pescoço”. O empregado de uma fábrica têxtil, de 43 anos, foi levado às pressas para o hospital com uma artéria carótida cortada, mas os médicos não puderam salvá-lo.

Pouco depois, o Ministério do Interior disse que o tigre tinha sido morto. Inicialmente foi dito que o animal era um leão e foram enviadas forças especiais para caçar o animal que estava à solta desde o último fim de semana nas inundações que mataram pelo menos 17 pessoas. Mas o porta-voz do ministério, Nino Giorgobiani, disse mais tarde: “Foi um tigre. Ele foi morto”.

As informações são do Daily Mail

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!