Home Notícias Brasil RN Pesquisadores apontam que cajueiro do Piauí é maior que o de Pirangi

Pesquisadores apontam que cajueiro do Piauí é maior que o de Pirangi

Pesquisadores apontam que cajueiro do Piauí é maior que o de Pirangi
Cajueiro de Pirangi, atual maior cajueiro do mundo (Foto: Divulgação)
0

Se depender do resultado de uma pesquisa feita pelas universidades federal e estadual do Piauí, UFPI e UESPI, respectivamente, o Rio Grande do Norte deve perder o título de ter em suas terras o maior cajueiro do mundo, localizado na Praia de Pirangi. Um estudo divulgado durante esta semana declara que o cajueiro do Piauí, mais conhecido como Cajueiro Rei, é o maior do mundo.

Desde julho do ano passado, uma equipe de especialistas tem se debruçado sobre os dois cajueiros para comprovar que de fato, o Cajueiro da Praia é o maior. Os trabalhos de pesquisa e coleta de amostras da árvore foram realizados por uma equipe de pesquisadores do Laboratório de Biologia Molecular e de Estudos de Injúrias Biológicas (LABMIMBIO) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

Segundo o professor e coordenador de estudo genético do cajueiro, Fabrício Amaral, a confirmação ocorreu por meio da análise de várias amostras de DNA (Ácido Desoxirribonucleico) de diferentes partes da planta. “Neste caso foram realizadas duas fases importantes: a primeira foi a medição da área ocupada pela copa da árvore, feita pelo professor Pedro Soares; na segunda fase fizemos a coleta do DNA das folhas para testificar se todas pertenciam ao mesmo cajueiro. Após o recolhimento dessas amostras realizou-se um sequenciamento genético. E concluímos que todas as amostras pertencem a uma única planta”, explicou o pesquisador.

Desde de 1994, o cajueiro da cidade de Parnamirim, no Rio Grande do Norte, é considerado pelo Guinness Book como o maior cajueiro do mundo. Mas, em 2010, o engenheiro agrônomo Wellington Rodrigues fez uma medição no cajueiro do Piauí e afirmou que o estado possuía o maior cajueiro do mundo. São 8,8 mil metros quadrados da árvore piauiense contra 8,5 mil do cajueiro potiguar. A expectativa do governo do Estado do Piauí é que esta novidade possa atrair mais turistas interessados em conhecer o Cajueiro-Rei.

Com informações da Secretaria de Turismo do Piauí 

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!