Home Notícias Brasil RN Natal Paradas são desativadas na Felizardo Moura por causa da violência

Paradas são desativadas na Felizardo Moura por causa da violência

Publicidade

Paradas são desativadas na Felizardo Moura por causa da violência
Foto: Reprodução / Street View
0
Publicidade

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) informou que devido o crescimento da violência na região da Av. Felizardo Moura, quatro paradas da via tiveram que ter o funcionamento suspenso no trecho entre o prédio da Compal e Ponte de Igapó a pedido do Sindicado dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do RN (SINTRO).

Esta medida drástica foi tomada por causa de vários assaltos que já ocorreram na região e, mais recentemente, a agressão com arma branca que um motorista do sistema de transporte público sofreu na última quarta-feira (27).

A STTU solicitou via ofício à Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESED) um reforço no policiamento da área para evitar que novos casos aconteçam e só a partir daí, as paradas serão reativadas. “Sendo atendida esta solicitação, as paradas voltarão a funcionar normalmente. Estamos buscando todos os meios possíveis para solucionar este problema o mais rápido possível e evitar maiores prejuízos à população usuária do transporte”, justificou a STTU.

Comando da Polícia dialoga com rodoviários de Natal

O coronel Sairo Rogério da Rocha, subcomandante da Polícia Militar, e o Tenente-Coronel Jair Júnior, titular do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), receberam o presidente do Sindicato dos Transportes Rodoviários do RN (Sintro), Júnior Rodoviário, e representantes da categoria no início da noite desta quinta-feira (28), no prédio da Governadoria.

No encontro, o Tenente-Coronel detalhou os esforços para aumentar a segurança no transporte público que serve a meio milhão de habitantes da capital. “Desde a noite de ontem [27] está sendo reforçado o policiamento nos corredores de ônibus. Também temos identificação de alguns grupos delinquentes e estamos reforçando a parceria com a Polícia Civil para investigação de casos de violência em ônibus”, explicou. Uma reunião entre o secretário Estadual da Segurança Pública e da Defesa Social, Ronaldo Lundgren, e membros da classe rodoviária ficou marcada para o próximo dia 1º.

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!