Home Notícias Brasil RN Natal Operação interdita abatedouro clandestino em Felipe Camarão

Operação interdita abatedouro clandestino em Felipe Camarão

Publicidade

Operação interdita abatedouro clandestino em Felipe Camarão
Divulgação / Assecom GMN
0
Publicidade

Uma ação conjunta envolvendo o Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (Gaam/GMN) e fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) interditou na tarde do último sábado (02) um abatedouro clandestino de animais que estava funcionando de maneira irregular no bairro de Felipe Camarão, na zona Oeste da capital. A iniciativa das equipes de fiscalização foi motivada por orientação do Ministério Público Estadual (MPE) e vai ser intensificada em todas as regiões da cidade.

No momento da abordagem os guardas municipais encontraram homens atuando no processo de abate de bovinos. A situação de higiene era precária com carnes cortadas espalhadas pelo chão de cimento batido e barro, como também vísceras e restos de carnes e sangue largados de maneira insalubre nos cômodos de uma cobertura improvisada sem nenhum tipo de refrigeração, e que também servia de criadouro para os animais. Os agentes da GMN checaram a situação e descobriram que as carnes seriam comercializadas nas feiras livres de Natal, possivelmente na feira do bairro de Lagoa Seca.

O proprietário do abatedouro clandestino foi autuado pela fiscalização e vai responder por crime ambiental e atentado contra a saúde pública. O local foi interditado e as carnes encontradas foram apreendidas para serem destruídas, evitando assim que seja utilizada para consumo humano. “O local utilizado para o abate clandestino violentava todas as regras de higiene necessárias para aquele tipo de atividade e era um risco e uma agressão à saúde pública”, ressaltou a coordenadora do Grupamento de Ação Ambiental da GMN, Francineide Maria.

A operação de combate a abatedouros clandestino de animais em Natal vai ser sequenciada pela Guarda Municipal e Semurb. As equipes de fiscalização já dispõem de um mapeamento das áreas onde existe a suspeita de funcionamento dessa atividade ilegal. “Nos próximos dias outros abatedouros serão interditados na capital”, informou a coordenadora do Gaam/GMN.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!