ONU e Harvard anunciam parceria para pesquisa sobre os 30 anos do SUS no Brasil

Estudo vai analisar o que já foi feito e simular cenários e políticas para o sistema de saúde brasileiro até 2030

A sede brasileira da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) anunciou uma parceria com a Universidade Harvard, uma das instituições de educação mais renomadas do mundo, localizada nos Estados Unidos, que tem como objetivo a realização de uma pesquisa sobre os 30 anos do Sistema Único de Saúde (SUS). O estudo deve ficar pronto em 2018.

A iniciativa foi celebrada no dia 25 de julho por meio de um seminário promovido pelo organismo internacional. Estavam presentes dois pesquisadores da universidade estadunidense e várias instituições brasileiras, que debateram sobre as conquistas, os desafios e as ameaças ao SUS.

Além de identificar evidências científicas sobre o que o SUS representou em todos esses anos, as políticas de saúde que deram certo e as que fracassaram, o estudo pretende simular cenários futuros e políticas para o sistema de saúde brasileiro até 2030, levando em conta o contexto político e econômico do país. A pesquisa vai mostrar o que pode acontecer com o sistema dependendo de quais caminhos o país adotar daqui para a frente.

O ano de 2030, inclusive, é o limite para os países avançarem no cumprimento das metas globais dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os estudos serão coordenados pelos pesquisadores Marcia Castro e Adriano Massuda, ambos da Universidade Harvard, e vão contar com a colaboração de outros pesquisadores brasileiros.

O seminário, em Brasília, teve a participação de diversas instituições, entre elas o Ministério da Saúde, a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES), a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entre outras.

ODS

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foram estabelecidos durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, ocorrida em setembro de 2015. A agenda mundial é composta por 17 objetivos e 169 metas em quatro temas principais: social, ambiental, econômico e institucional. Esses objetivos foram definidos por meio de diálogos, debates e negociações iniciadas em 2013 e orientam os esforços em torno do desenvolvimento sustentável até 2030.

Alguns dos objetivos da agenda são erradicação da pobreza, segurança alimentar e agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, cidades sustentáveis, crescimento econômico inclusivo, infraestrutura e industrialização.

Para conhecer todos os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, clique aqui.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!