Home Notícias Mundo ‘Onde está Deus se existe tanta maldade no mundo?’, diz Papa

‘Onde está Deus se existe tanta maldade no mundo?’, diz Papa

‘Onde está Deus se existe tanta maldade no mundo?’, diz Papa
Foto: Mazur/ catholicnews.org.uk
0

(ANSA) – “Onde está Deus se existe tanta maldade no mundo?”. Foi durante a Via Sacra com 800 mil participantes da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) na Cracóvia, Polônia, que o papa Francisco fez a pergunta que talvez carregue em seu coração desde a visita, nesta manhã (29), ao campo de concentração de Auschwitz.

“Onde Deus está? Onde Deus está no mundo, se existem pessoas com fome, sem-teto, refugiados, deslocados? Onde está Deus quando pessoas inocentes morrem com a violência, com o terrorismo e as guerras? Quando as doenças rompem os laços de vida e afeto? Ou quando crianças são humilhadas ou até sofrem com graves enfermidades?”, questionou o líder católico.

Durante a celebração da Via Sacra, cujo tema foi “A Vida da Misericórdia”, o Papa admitiu que “há perguntas para as quais não se tem uma resposta humana”. “Podemos apenas olhar Jesus e perguntar a Ele. A resposta de Jesus é esta: Deus está neles”, afirmou Francisco.

Durante a Via Sacra, o Papa também pediu caridade e fraternidade. “Abracemos, como Jesus, com um amor especial, os nossos irmãos sírios, fugitivos da guerra. Acolhemos com afeto fraterno e simpatia”, disse. “A vida da cruz não é um fardo sadomasoquista. A vida da cruz é o caminho da vida e do estilo de Deus”, destacou.

A celebração da Via Sacra ocorreu no Parque Blonia e era um dos momentos mais esperados da Jornada Mundial da Juventude. Os jovens esperaram a chegada do Papa por cerca de três horas, durante as quais foram projetados filmes católicos e vídeos de obras de caridade na Cracóvia.

Mais cedo, Francisco visitou o campo de concentração de Auschwitz, usado pelo regime nazista para exterminar judeus, e comentou que a “crueldade não acabou”.

“Quanta dor, quanta crueldade. Como é possível que nós, homens, criados por Deus, somos capazes de fazer estas coisas? Pois é, essas coisas foram feitas e eu queria dizer uma verdade: a crueldade não terminou em Auschwitz-Birkenau, porque ainda hoje há tantos prisioneiros torturados, homens e mulheres em prisões como animais”, criticou o Papa. Francisco chegou na última quarta-feira (27) à Polônia para presidir os eventos da JMJ. Em 2013, ele esteve no Rio de Janeiro para celebrar a Jornada.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!