Oi lança planos com tarifas iguais para celulares da concorrência

A Oi lançou, nesta terça-feira (3), um plano pré-pago que acaba com a cobrança de tarifa diferenciada para outras operadoras. A empresa é a segunda a tomar essa decisão, depois da TIM, que criou planos com a mesma característica no último domingo, dia 1º de novembro. Na prática, a mudança no mercado visa a acabar com o costume de os consumidores acumulares vários chips, cada qual destinado a chamadas para celulares de uma determinada companhia.

No novo plano, chamado de Oi Livre, os clientes podem escolher entre ofertas por minuto, por dia, por semana e por mês. Na oferta por minuto, o usuário pode ligar para um telefone da Oi e de qualquer operadora, de qualquer lugar do país, por R$ 0,30.

Na opção de tarifa diária, o consumidor paga R$ 0,75 e tem 300 minutos para chamadas para Oi de qualquer lugar do país. Para ter direito a 60MB de internet e 30 SMS para qualquer empresa, basta pagar mais R$ 0,99. Ligações para outras operadoras, de qualquer lugar do país, também custarão R$ 0,30 por minuto.

As opções por semana e por mês custam R$ 10 e R$ 40, respectivamente. Na oferta semanal, o cliente pode usufruir de 75 minutos para ligações, 400MB de internet e 300 torpedos. Na mensal, são 300 minutos, 1GB de navegação e 500 SMS.

No dia 25 de novembro, a tarifa igual entre operadoras diferentes será estendida aos planos Controle e pós-pagos.

No caso da TIM, a operadora lançou dois planos pré-pago, sem tarifa diferenciada para outras operadoras. No TIM Pré 150, o cliente tem um pacote de cem minutos de ligações para qualquer operadora, 150MB de internet e SMS ilimitados, por R$ 7, válidos por sete dias.

O plano TIM Pré 300, por sua vez, dá direito a cem minutos de ligações para qualquer operadora, com 300MB para navegar na internet e SMS ilimitado para celulares de quaisquer empresas por R$ 10. A oferta vale por sete dias.

Nos dois planos pré-pago, o cliente pode renovar a franquia. Ao se esgotarem os minutos disponíveis no plano, restam duas opções: pagar R$ 0,25 por minuto adicional ou contratar um adicional de 50 minutos por R$ 4, também válidos por sete dias.

Em ambos, há o bloqueio de uso da internet quando a franquia termina. Nesse caso, o consumidor passa a ter a opção de pagar R$ 0,99 por dia de uso, com limite de 50MB diários, ou contratar um pacote adicional de 150MB por R$ 3, também válido por sete dias.

Fonte: Extra

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!