Home Notícias Brasil RN Novo método de combate ao mosquito Aedes Aegypti é sucesso em Acari

Novo método de combate ao mosquito Aedes Aegypti é sucesso em Acari

Novo método de combate ao mosquito Aedes Aegypti é sucesso em Acari
Foto: Divulgação
0

Na exibição do Ranking de Infestação de Dengue no Seridó, divulgado pela IV URSAP, esta semana, o município de Acari está numa colocação “confortável” com apenas 5 casos registrados, enquanto as cidades vizinhas têm centenas.

O sucesso no combate ao mosquito causador da Dengue, Febre Chikungunya e Zika, se dá ao novo método de combate, implantado pela gestão municipal, desde 2013: O peixamento dos reservatórios.

Com a chegada do Coordenador de Endemias, Chaguinha Araújo, a Secretaria de Saúde adotou o método, mantendo 6 criadouros de peixes da espécie Guppy (O Barrigudinho, também chamado de lebiste  – Poecilia reticulata), para multiplicá-los e distribuí-los na comunidade, através dos agentes.

Segundo o coordenador de Endemias, o método é um sucesso em Acari: “Diariamente eu recebo várias pessoas aqui no nosso prédio solicitando os peixes. Fico bastante feliz com isso, pois a aceitação desse sistema de tratamento torna o método um sucesso. Estamos alcançando resultados bastante positivos, pois quase todas as casas de Acari tem o peixe Guppy em seus reservatórios. Praticamente, todos os reservatórios rasteiros como: tanques, toneis e caixas estão ‘peixadas’.”

Para cada caixa de 1.000 litros, são inseridos dois ou três peixinhos para combater as larvas do mosquito. Os interessados em utilizar o método do peixamento em casa podem obter os peixinhos na sede da Coordenação de Endemias em Acari, localizada na Rua Dr. José Gonçalves (ao lado da Feira Livre).

O GUPPY

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Barrigudinho, também chamado de Guppy ou lebiste é um peixe ornamental de comportamento pacífico, originário da América Central e América do Sul, com vida de aproximadamente 2 anos, usado em exposições aquarísticas. O guppy é um animal ovovivíparo da família dos poecilídeos.

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!