Home Notícias Brasil RN Natal ‘Natal sem Dívidas’ incentiva negociação entre credores e consumidores

‘Natal sem Dívidas’ incentiva negociação entre credores e consumidores

Publicidade

‘Natal sem Dívidas’ incentiva negociação entre credores e consumidores
Foto: Joana Lima
0
Publicidade

O Prefeito Carlos Eduardo lançou, nesta quinta-feira (05) no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, o programa “Natal sem Dívidas”. A ação visa combater o “superendividamento” da população e promover o diálogo entre empresas e consumidores, com a intermediação da negociação de débitos entre credores e consumidores que estejam inscritos em cadastros de inadimplentes, com a conciliação dos interesses das partes, de forma amigável e administrativa, buscando atingir a satisfação de todos.

As negociações serão realizadas na Praça Pedro Velho (Praça Cívica) de Natal e terão duas fases: na primeira, entre os dias 10 e 20 de novembro, será feito o preenchimento de formulário, triagem de análise dos casos e elaboração de propostas para parcelamento de dívidas. Na segunda fase, entre os dias 23 e 27 de novembro, mutirões serão formados para mediação em busca de audiências com as empresas.

O prefeito enfatizou o esforço da Prefeitura e das instituições parceiras em fazer o melhor para a população, resgatando o seu poder de compra e orientando para um consumo consciente. “A Prefeitura vai à rua para criar facilidades para as pessoas resolverem suas pendências e resgatar sua autoestima e assim poderem consumir dentro das suas possibilidades. E isso é muito importante para uma Natal sem dívidas” finalizou.

De acordo com pesquisa da Fecomercio, cerca de 45% dos natalenses pretendem utilizar o 13º para quitar débitos. “É importante aproveitar essa intenção das pessoas para podermos recuperar o seu poder de consumo. Por isso essa ação da Prefeitura é tão importante”, analisou o presidente da Fecomercio, Marcelo Queiroz.

Kléber Fernandes, diretor-geral do Procon Natal afirma que 75% dos consumidores que participam desse tipo de negociação conseguem um acordo e que, em sua maioria, os descontos chegam até 90% da dívida total. “O superendividamento tomou conta do Brasil e com projetos como esse queremos restaurar a autoestima do consumidor” disse o diretor-geral, ressaltando que essa é uma ótima oportunidade para empresários e consumidores.

Para a primeira fase do processo é necessário apenas o preenchimento dos formulários com informações sobre as dívidas e sobre a possibilidade do consumidor pagar uma entrada e sua capacidade mensal de pagamentos parcelados. “É importante que tudo seja preenchido com correção para evitar que, na segunda fase o consumidor receba propostas que não possa pagar”, explica Fernandes.

Para a segunda fase de negociações, o consumidor deve levar os originais e cópias de identidade, comprovantes de residência e de renda, além da lista de débitos. “Teremos como consultar os débitos na hora, caso o consumidor não tenha conhecimento de todos”, reforçou o diretor-geral do Procon Natal.

O programa será promovido pelo Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal) e conta ainda com a parceria da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do RN (Fecomercio), Câmara dos Dirigentes Lojistas de Natal (CDL) e Centro Universitário Uni-RN.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!