Home Notícias Universo Nasa lança missão para estudar campo magnético da Terra

Nasa lança missão para estudar campo magnético da Terra

Nasa lança missão para estudar campo magnético da Terra
A missão, pioneira, deve estudar a interação do campo magnético da Terra com o de outros corpos celestes, como o Sol (Foto: Reprodução)
0

A Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) lançou no início desta sexta-feira (13), com êxito, uma missão pioneira para estudar a interação do campo magnético da Terra com outros corpos celestes, como o Sol. O lançamento da missão, que terá dois anos de duração, foi feito da Base de Cabo Canaveral, na Flórida.

Em nota, a Nasa informou que os quatro observatórios espaciais idênticos, que compõem o Sistema Multiescala Magnetosférico, partiram a bordo do foguete Atlas V. Em setembro, a missão vai começar a enviar dados à Terra, prevendo-se que esteja em funcionamento durante dois anos. A Nasa não descarta a possibilidade de ampliar esse período.

A missão permitirá a primeira visão tridimensional da conexão magnética da Terra com o Sol, um processo que possibilitará compreender como se ligam e desligam os campos magnéticos no universo. Os cientistas esperam obter dados sobre a estrutura e dinâmica da energia que os campos magnéticos trocam quando se encontram, momento em que se produz uma explosiva liberação de energia.

Os quatro observatórios, equipados com sensores de alta precisão, vão voar simultaneamente, a uma distância de cerca de dez quilômetros uma da outra, para que a combinação dos dados permita ter essa visão em três dimensões. A missão também será chave para entender como a troca de energia afeta os fenômenos meteorológicos no espaço e o seu efeito sobre os sistemas tecnológicos modernos, como as redes de comunicações, de navegação GPS e de eletricidade.

As informações são da Agência Lusa*

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!