MP quer ressarcimento de prejuízos com rompimento de barragem

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MP-ES) abrirá inquérito civil para apurar as consequências e os impactos sociais e ambientais provocados em municípios capixabas pelo rompimento das barragens da empresa Samarco, em Bento Rodrigues, distrito de Mariana (MG). Nesta segunda-feira (9), quando a lama de rejeitos das barragens deve chegar aos municípios capixabas de Baixo Gandu, Colatina e Linhares, uma equipe técnica fará a apuração dos bens ambientais afetados.

A previsão é que o nível do rio suba até um metro e meio e que o município de Colatina tenha o abastecimento de água suspenso em razão da lama na água do Rio Doce. O MP também já orientou os municípios capixabas a elaborarem laudos de gastos com prejuízos e atividades emergenciais com o episódio, a fim de que, a seu tempo, possam ser ressarcidos.

De acordo com o MP, os promotores de Justiça estão de sobreaviso para acompanhar de perto o episódio e, dentro de suas atribuições, dar todo apoio necessário ao poder público e à população afetados.

Na sexta-feira (6) o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, sobrevoou a região atingida pelo rompimento de duas barragens em Bento Rodrigues, distrito de Mariana (MG), e afirmou que todos os esforços estão sendo feitos para acolher e respaldar as famílias atingidas. De acordo com o ministro, o governo irá ajudar as famílias.

Buscas por desaparecidos

Os trabalhos de busca e resgate no distrito de Bento Rodrigues, na zona rural em Mariana (MG), começaram por volta das 6h de hoje (8), após o temporal que caiu na região durante a madrugada. Homens do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, do Exército e da Defesa Civil do estado buscam 28 pessoas que continuam desaparecidas após o rompimento de duas barragens da mineradora Samarco.

A previsão é que, ao longo do dia, as equipes de busca se desloquem para outros distritos de Mariana também afetados pelo rompimento das barragens, como Paracatu, Rio Doce e Barra Longa.

Com informações da Agência Brasil 

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!