Menina nasce com coração fora do peito e busca ajuda para tratamento

Uma menina de apenas seis anos de idade, que nasceu com o coração fora do peito, saiu da Rússia para os EUA na esperança de um tratamento. Virsaviya “Bathsheba” Borun-Goncharova sofre de síndrome tóraco-abdominal, também conhecida como Pentalogia de Cantrell, e surpreendentemente é capaz de dançar e ainda fazer algumas atividades, apesar de sua condição.

De acordo com fotos publicadas por sua mãe, seu coração pode ser visto batendo com apenas uma fina camada de pele por cima. A condição que ocorre em menos de 1 em um milhão de nascimentos é tão rara que sua mãe, Dari Borun, teve que sair da Rússia para os EUA, na esperança de que ela possa ter a cirurgia.

Vários hospitais de todo o mundo não puderam operar a garotinha por causa das dificuldades e riscos da cirurgia. Dari e sua filha viajaram recentemente para Boston, mas o Hospital Infantil não pôde operá-la porque sua pressão arterial aórtica era muito alta. Agora, a família já se mudou para Hollywood na esperança de que os medicamentos possam estabilizar a sua pressão arterial o suficiente para ser possível uma operação.

Sintomas e gravidade da doença variam muito, mas no caso de Virsaviya tanto seu coração como seu intestino estão fora de seu peito e abdômen, respectivamente. Mas, apesar da gravidade da sua doença, Virsaviya não se deixa abater. De acordo com a página criada no crowdfunding para ajudar a financiar seu tratamento, ela ama cavalos e golfinhos, desenho, canto, dança e é fã de Beyoncé. “Eu gosto de desenhar, pôneis, Jesus e os anjos”, disse Virsaviya.

Embora sua perspectiva seja positiva, a menina – nascida na Rússia – necessita urgentemente de ajuda, e é por isso que ela e sua mãe se mudaram recentemente para a América.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!