Home Notícias Saúde Maternidade Januário Cicco alerta sobre a gravdidade da SEPSE

Maternidade Januário Cicco alerta sobre a gravdidade da SEPSE

Publicidade

Maternidade Januário Cicco alerta sobre a gravdidade da SEPSE
0
Publicidade

A Maternidade Escola Januário Cicco da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (MEJC-UFRN) realiza esta semana uma ação para esclarecer usuários e profissionais da instituição sobre um problema de saúde grave, cujas estatísticas revelam que é uma das principais causas de mortalidade hospitalar, superando o câncer e até mesmo o infarto do miocárdio: a sepse.

Até a próxima sexta-feira, profissionais da área assistencial e do controle de infecção hospitalar distribuem materiais informativos, trabalham com vídeos educativos e fazem esclarecimentos sobre a sepse buscando alertar o público para o problema e sobre como reconhecê-lo.

A sepse é uma inflamação generalizada do organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão, podendo levar à parada de funcionamento de um ou mais órgãos ou levar à morte, quando não descoberta e tratada rapidamente.

Considerada a principal causa de morte em hospitais no Brasil, são mais de 400 mil casos e cerca de 220 mil pessoas morrem todos os anos, segundo estudos realizados pelo Instituto Latino Americano da Sepse, ILAS. O estudo comprova ainda que cerca de 30% dos leitos das unidades de terapia intensiva no Brasil são ocupados por pacientes com Sepse grave.

A infectologista pediátrica da maternidade, Fabiana Filgueira, diz que o risco de sepse pode ser diminuído, principalmente em crianças, respeitando-se o calendário de vacinação e que uma higienização adequada das mãos e cuidados com o equipamento médico, podem ajudar a prevenir infecções hospitalares que levam à sepse.

Ela alerta ainda para o fato da sepse não ocorrer apenas por causa de infecções hospitalares: “O maior número de casos é em pacientes vindo de domicílio. A campanha deste ano ressalta para a o diagnóstico precoce, o tempo é fundamental para o sucesso do tratamento”, afirma.

Os sintomas iniciais de infecção grave são: febre alta, aceleração do coração, respiração rápida, fraqueza, pressão baixa, diminuição da quantidade de urina, sonolência ou confusão.

O dia 13 de setembro foi escolhido como Dia Mundial da Sepse, quando profissionais de saúde de todos os continentes intensificam ações que podem reduzir a incidência desse grave problema de saúde pública.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!