Liga não aceita depósito do PSG e trava venda de Neymar

Advogados iriam depositar multa rescisória de 222 mi de euros

(ANSA) – A transferência de Neymar do Barcelona para o Paris Saint-Germain (PSG) teve um novo entrave nesta quinta-feira (3). A Liga Espanhola (LaLiga) não aceitou o pagamento da multa rescisória de 222 milhões de euros (cerca de R$ 820 milhões), informou o jornal espanhol “Marca”.

De acordo com a publicação, o advogado em direito esportivo Juan de Dios Crespo foi o encarregado pelo atleta de depositar o cheque com o valor da multa na sede da entidade, mas o pagamento não foi aceito.

Agora, ainda segundo a publicação, Neymar e seus representantes devem entrar com um pedido na Fifa antes de amanhã (4) para conseguir fazer a transferência. Tecnicamente, a entidade que gere o futebol espanhol não pode impedir a saída de um atleta que está cumprindo uma cláusula que consta em seu contrato. Na última semana, ainda quando a negociação era um rumor, o presidente da La Liga, Javier Tebas, havia informado que não receberia o pagamento e que denunciaria o PSG pelo gasto exorbitante da negociação, que feriria o chamado “fair play financeiro”. A Uefa já anunciou que irá investigar o caso.

Já o Barcelona informou nesta quarta-feira (2), através de uma nota oficial, que o brasileiro só deixaria o clube com o pagamento integral da multa rescisória. A transferência é a maior da história do esporte, sendo o dobro da maior venda da história. (ANSA)

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!