Lava Jato: Moro condena Eduardo Cunha a 15 anos de prisão

Responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância, o juiz federal Sérgio Moro condenou, nesta quinta-feira (30), o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha a 15 anos e 4 meses de reclusão.

Cunha foi condenado por corrupção passiva pela solicitação e recebimento de vantagem indevida no contrato de exploração de petróleo em Benin, por três crimes de lavagem de dinheiro e dois crimes de evasão fraudulenta de divisas.

Eduardo Cunha foi preso no dia 19 de outubro de 2016, em Brasília. Atualmente, ele está detido no Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Na denúncia oferecida à Justiça Federal, o Ministério Público Federal (MPF) acusado Eduardo Cunha de receber propina de 1,3 milhão em francos suíços em um contrato da Petrobras para a exploração de petróleo no Benin, na África. Ainda de acordo com a denúncia, a quantia foi paga pelo operador do PMDB João Augusto Henriques por meio da offshore Acona International Investments no Banco Suíço BSI.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!