Home Notícias Política Kelps sugere aumento da diária operacional paga aos PMs durante carnaval

Kelps sugere aumento da diária operacional paga aos PMs durante carnaval

Kelps sugere aumento da diária operacional paga aos PMs durante carnaval
Kelps Lima (Foto: Eduardo Maia)
0

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) voltou a abordar a Segurança Pública do Rio Grande do Norte em pronunciamento nesta quinta-feira (4), na Assembleia Legislativa. O parlamentar criticou o valor das diárias operacionais pagas aos policiais militares e propôs ao Governo uma medida excepcional durante o carnaval.

“Sugiro que nesse carnaval o Governo do Estado conceda um reajuste excepcional no valor das diárias operacionais pagas aos agentes que irão trabalhar no período. Ao mesmo tempo em que abra um processo de estudo para reajuste efetivo”, disse Kelps.

De acordo com o deputado, o valor pago atualmente pela diária operacional é defasado, fazendo com que os policiais não queiram se voluntariar para trabalharem durante os dias de folia. “Os policiais militares estão insatisfeitos pois foram convocados de forma compulsória. As tropas irão para as ruas na marra”, afirmou.

Kelps mencionou ainda uma recomendação do Ministério Público Estadual ao Governo sugerindo o acréscimo de pelo menos 50% no valor das diárias, o que faria com que subissem de R$ 50,00 para R$ 75,00. “A população necessita da Polícia Militar como nunca antes precisou. É preciso que o Estado crie mecanismos de estímulo para atrair os agentes”, observa.

Ainda durante o pronunciamento, Kelps Lima também questionou o marketing do Governo no tocante ao programa Ronda Cidadã. Para ele, a estratégia desabona a instituição militar e promove apenas a ação governamental. “Quando a notícia é positiva, ela é veiculada pelo Executivo com o protagonismo do programa Ronda Cidadã, mas quando ela é negativa, o protagonista é a Polícia Militar”, concluiu.

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!