Kelps Lima diz que insegurança passa por falta de vagas prisionais

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) demonstrou mais uma vez preocupação com a segurança pública do Rio Grande do Norte. Em pronunciamento na sessão plenária desta terça-feira (14), o parlamentar disse que os problemas do setor são complexos e sugere que as ações sejam iniciadas através da criação de novas vagas em presídios.

“Não há solução fácil e nem reposta rápida para resolver a questão da insegurança no Estado. Só existe uma reposta mais rápida, que é a solução da crise prisional. Hoje a Assembleia vota a cessão de recursos do Tribunal de Justiça para a construção de um presídio e esta Casa irá dar mais uma contribuição ao Governo aprovando a matéria. Queremos saber agora se o Governo conseguirá realizar a obra”, questionou Kelps Lima.

Segundo o deputado, as obras para a construção de um presídio no município de Ceará-Mirim foram paralisadas. Ele também citou o número de fugas de presos, que neste ano chegou a 456. “O Estado precisa criar vagas e evitar essas fugas. Precisamos de ações de curto, médio e longo prazo”, disse o parlamentar, que cobrou um posicionamento do Governo sobre a criação de novas vagas em presídios.

Os deputados José Adécio (DEM) e Márcia Maia (PSDB) apartearam o discurso de Kelps Lima concordando com a preocupação do parlamentar. José Adécio relatou a situação do município de Pedro Avelino, que vive uma situação crítica na segurança.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!