Jovens são presos em posse de cocaína, mas não se importam porque “Juiz libera depois”

Tendo a certeza da impunidade, não deixou que dois jovens 16 e 17 anos temessem a prisão ao serem abordados com drogas, no bairro Ribeiro de Abreu, localizado na região Nordeste de Belo Horizonte. Ao serem detidos, a dupla informou  aos PMs que não ligava porque “o juiz liberaria os dois depois”

Conforme o boletim de ocorrência da policia militar, após denuncias anônimas, militares do 16° batalhão  se deslocaram até a  rua Padre Argemiro Moreira, ao se depararem com os adolescentes comercializando  drogas para pedestres, motociclistas e motoristas de carro de passeio.

Ao perceberem a presença da viatura, a dupla tentou se desfazer de 1.202 pinos de cocaína e 120 buchas de maconha, que foram colocados em uma sacola e em uma garrafa de refrigerante.

Apesar de tudo, os policiais conseguiram com sucesso  realizar a apreensão antes que as drogas fossem jogadas  fora. Na apreensão  os garotos estavam com R$ 1725 em dinheiro trocado.

Os menores infratores foram levados para o centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH), durante o registro da ocorrência, os garotos  disseram para os militares que com certeza  estavam vendendo as drogas. Eles disseram até  que cada pino de cocaína seria comercializado por R$ 10.

Contudo, no caminho destino a o CIAB/BH, eles esclareceram  aos  policiais que na delegacia negariam o crime. Eles “tinham a certeza” que não iam permanecer por muito tempo na cadeia.

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!