Jeb Bush diz que mataria Hitler bebê para mudar história

(ANSA) – O pré-candidato republicano à Casa Branca Jeb Bush disse que, se pudesse voltar no tempo, mataria o alemão Adolf Hitler ainda bebê. A declaração do ex-governador da Flórida e filho do ex-presidente norte-americano George W. Bush foi dada em um vídeo gravado para o jornal “Huffington Post”, no qual Jeb é questionado por um repórter sobre os e-mails mais estranhos que já recebeu em sua carreira política.

O assunto foi recentemente abordado em seu mais recente livro, “Reply All” (“Responda a todos”). “Se você pudesse voltar no tempo e matar Hitler ainda bebê, você o faria? Preciso saber”, foi uma das mensagens recebidas pelo pré-candidato quando ainda governava a Flórida (1999-2007).

“Caramba, sim, eu faria. Você precisa se impor e enfrentar, cara”, respondeu o republicano, de 62 anos. O pré-candidato também contou que, em outra ocasião, um internauta enviou um e-mail pedindo sua ajudar a encontrar papel higiênico. “Pessoa engraçada”, respondeu o político. Em outubro, o jornal norte-americano “The New York Times” lançou uma campanha nas redes sociais questionando se seus leitores matariam Hitler bebê para mudarem o curso da histórica.

O assuntou gerou polêmica no país e foi debatido em vários veículos de comunicação. Hitler, líder alemão durante os anos de 1934-1945, foi o responsável por matar milhares de pessoas ao instituir sua filosofia nazista na Europa, que se opunha a negros, homossexuais e judeus.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!