Home Notícias Mundo Iraque lança ofensiva para reconquistar Ramadi do EI

Iraque lança ofensiva para reconquistar Ramadi do EI

Publicidade

Iraque lança ofensiva para reconquistar Ramadi do EI
Foto: Reprodução
0
Publicidade

(ANSA) – As Forças Armadas do Iraque lançaram nesta terça-feira (22) uma operação para reconquistar a cidade de Ramadi, que está sob domínio do grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) desde maio. De acordo com o porta-voz da força de elite antiterrorista do Iraque, Sabah al-Numani, o município será reconquistado dentro de 72 horas.

A ofensiva militar foi lançada em diversas direções a Ramadi, que é a capital da província de Al Anbar. As tropas iraquianas contam com o apoio da coalizão internacional guiada pelos Estados Unidos na lutra contra o EI. De acordo com fontes locais, os agentes do Exército, da unidade antiterrorista e da polícia já conquistaram os bairros de Thubbat, Geraishy e Al Bakr.

Há meses, as forças iraquianas tentam se aproximar da cidade, onde ainda há centenas de jihadistas e civis isolados. No último domingo (20), aviões oficiais bombardearam Ramadi e pediram para a população deixar a cidade imediatamente, indicando as vias de fuga. No entanto, a imprensa iraquiana afirma que os combates contra os membros do EI estão provocando vítimas civis e que ao menos oito pessoas, entre elas crianças, foram mortas nos bombardeios.

Outros 14 soldados e milicianos xiitas aliados às forças iraquianas morreram em um ataque com carro-bomba. Ramadi, que fica a 110 quilômetros a oeste da capital do Iraque, Bagdá, tem uma importância estratégica na luta contra o Estado Islâmico por oferecer vias de ligação com a Síria e a Jordânia.

Viagem

O presidente do Senado da Itália, Pietro Grasso, iniciou hoje uma visita ao Iraque que prevê uma série de encontros com autoridades locais em Bagdá e com militares italianos em missão no país.

“Somos gratos à Itália pela visita de Grasso. É significativa principalmente porque demonstra como o nosso país pode contar com amigos e parceiros”, disse o presidente do Parlamento iraquiano, Salim al Jabouri. “Obrigado, Itália, pela ajuda oferecida na luta contra o terror. O Iraque aceita ajuda de qualquer país, mas com respeito às nossas leis”, completou.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!