Indústria de resinas plásticas se instala no Centro Industrial de Macaíba

O Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Econômico (SEDEC), fez a doação de uma área no Centro Industrial Avançado, em Macaíba, para a empresa Resinorte. A área possui 2,4 hectares e irá possibilitar a geração de 110 empregos diretos com a fabricação de resinas termofixas, resinas termoplásticas, polietilenos e polipropilenos. A previsão é que a empresa comece as atividades até o mês de novembro deste ano.

A Resinorte será a primeira fábrica de produção de resina da região Nordeste. Segundo o proprietário, Neto Camelo, o investimento é de R$ 7 milhões e a meta é produzir 2,5 toneladas/mês. “É uma empresa de base, secundária. Iremos produzir matéria-prima para fomentar e beneficiar outras empresas, como a de fabricação de piscinas de fibra, tintas, botões e até do setor eólico. Três tipos de resinas serão produzidas pela empresa: as resinas acrílicas, alquídicas e poliéster”, destacou Neto.

A sócia da empresa, Andréia Camelo, lembrou que a Resinorte possui capital 100% nacional e praticamente toda a mão de obra será local, gerando emprego e renda para a população do município de Macaíba. “Iniciamos esse projeto no ano de 2009 e em 2013 lançamos o piloto que resultou na fábrica que começará a produzir neste segundo semestre”, afirmou.

“Acredito muito na economia e acho que a crise é cíclica. Temos que investir e não ficarmos de braços cruzados aguardando a crise passar”, reforçou Neto Camelo.

Para Flávio Azevedo, secretário de Desenvolvimento Econômico, o papel do Governo do Estado é “fomentar a economia estadual apoiando as novas empresas e as que continuam a investir no Rio Grande do Norte”.

Com a produção da Resinorte outras empresas do Rio Grande do Norte deverão substituir a compra da matéria-prima até então encontrada somente em outros estados, fortalecendo o setor industrial interno e o aumento da competitividade local.

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!