Home Notícias Brasil RN Hospital Memorial paralisa atendimento a pacientes do SUS‏

Hospital Memorial paralisa atendimento a pacientes do SUS‏

Hospital Memorial paralisa atendimento a pacientes do SUS‏
Hospital Memorial (Foto: Reprodução / Google Maps)
0

Referência em ortopedia e traumatologia no Rio Grande do Norte, o Hospital Memorial está com as atividades paralisadas desde o dia 4 de abril, sem previsão de retomar o atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em virtude do atraso no pagamento dos governos estadual e municipal. As duas esferas somam uma dívida referente aos meses de janeiro, fevereiro e março. Os governos federal e estadual ainda acumulavam a pendência do valor de dezembro, que foi pago na última sexta-feira, 15.

“O atraso no repasse de verbas torna crítica a situação financeira do hospital e prejudica todo o funcionamento da instituição, frente à receita insuficiente para a compra de insumos, pagamento da folha de pessoal, da energia elétrica, dos impostos, entre outros compromissos essenciais para manter a prestação do serviço de qualidade”, explica o diretor clínico do hospital, Ricardo Gomes.

O Memorial realiza 30 cirurgias diárias e 600 por mês, com 90% dos pacientes provenientes do SUS. Durante os 14 dias sem atividades, 420 procedimentos já deixaram de ser realizados. Essa paralisação induz à lotação dos corredores no Walfredo Gurgel, onde o tempo de espera no atendimento a fraturas pode causar deformidades severas e irreversíveis.

Para uma lesão no osso da perna, por exemplo, se o procedimento cirúrgico não ocorrer dentro das primeiras 48 horas, a fratura tende a se consolidar com desvios angulares que prejudicam as articulações para sempre no paciente. “O Ministério Público precisa ter ciência da gravidade da situação em que se encontra a urgência ortopédica no Estado e tomar providências urgentemente, caso contrário, está sendo criada uma geração de ‘sequelados’ por falta de eficiência no atendimento prestado à população”, denuncia Ricardo.

O Memorial realiza o maior número de atendimentos em ortopedia e traumatologia no Rio Grande do Norte. O hospital conta com 325 colaboradores e dispõe de 70 leitos, sendo 15 de UTI. O quadro clínico é formado por ortopedistas especializados no tratamento de diferentes membros, como quadril, joelhos e ombros, além de clínicos gerais, anestesistas e enfermeiros.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!