Homens que postam selfies têm maoiores índices de psicopatia, aponta estudo

Um estudo realizado recentemente pela Universidade do Estado de Ohio e publicado no periódico “Personalidade e diferenças individuais” afirma que os homens que costumam tirar muitas fotos próprias ou para os íntimos, as chamadas “selfies”, e depois compartilhá-las nas redes sociais, têm maiores chances de apresentar sinais de psicopatia.

Feita com 800 americanos com idades entre 18 e 40 anos, a pesquisa afirma ainda que a publicação de uma grande quantidade de selfies tem uma correlação positiva com a psicopatia, já que a psicopatia é definida como a falta de empatia ou relação aos outros e também, a impulsividade.

“A psicopatia é caracterizada pela impulsividade, eles estão indo tirar as fotos e colocá-las online imediatamente. Eles querem ver a si mesmos. Eles não querem gastar tempo editando”, explica Jesse Fox, professora assistente de comunicação na universidade.

Contudo, se o homem edita as fotos antes de postá-las, o traço de personalidade localizado pelo estudo é a ansiedade e a auto-objetificação. Para os pesquisadores, quanto mais fotos publicadas editadas, mais sinais de perturbações sobre a aparência do indivíduo.

Por fim, o levantamento ainda afirma que os homens da categoria também pode apresentar sinais de narcisismo, isto é, se sentirem mais inteligentes, atraentes ou melhores que os outros. “Não é uma surpresa que homens que postam muitas selfies são mais narcisistas, mas essa é a primeira vez que isso foi confirmado em um estudo”, disse Fox.

No entanto, de acordo ainda com a pesquisadora, o nível de psicopatia, auto-objetificação e narcisismo (conhecidos juntos como “Tríade Negra”) apresentado pelo participantes do estudo está dentro da média.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!