Home Notícias Ciência ‘Harry Potter’ é usado para pesquisar o cérebro

‘Harry Potter’ é usado para pesquisar o cérebro

‘Harry Potter’ é usado para pesquisar o cérebro
Foto: divulgação
0

Um grupo de cientistas utilizou um capítulo de Harry Potter e a Pedra Filosofal, que serviu de base de pesquisa para verificar quais diferentes regiões do cérebro são utilizadas durante a leitura.

Utilizando a tecnologia de aparelhos de imagens por ressonância magnética funcional (FMRI, na sigla em inglês), pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, fizeram a analise do cérebro de oito pessoas enquanto liam o livro de J.K. Rowling. O resultado foi a criação do primeiro modelo computacional integrado para analise da leitura. A pesquisa foi publicada na revista PLoS One.

Após o FMRI, os resultados foram minuciosamente estudados, em cada milímetro cúbico dos cérebros, para decifrar a atividade apresentada pelas diferentes regiões, por cada conjunto de quatro palavras lidas pelos voluntários.

Segundo os pesquisadores, agora é possível saber quais partes do cérebro do ser humano são responsáveis por cada subprocesso da leitura, como por exemplo decompor sentenças, determinar o sentido das palavras, entender a relação entre personagens, como também interpretar regras gramaticais.

De acordo o coordenador do estudo, Tom Mitchell, a inovação do modelo ainda é inexato, mas isso não quer dizer que não seja útil ,pois a partir daí será possível estudar distúrbios da leitura como especificamente a dislexia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!