Home Notícias Esporte Hamilton renova contrato com Mercedes por mais 3 anos

Hamilton renova contrato com Mercedes por mais 3 anos

Hamilton renova contrato com Mercedes por mais 3 anos
Foto: Reprodução/Independent.co.uk
0

(ANSA) – O inglês Lewis Hamilton renovou seu contrato com a Mercedes para mais três temporadas, informou a própria escuderia nesta quarta-feira (20). Os valores da negociação não foram revelados, mas o jornal “The Telegraph” afirma que ele deve ficar em cerca de 30 milhões de libras esterlinas por temporada (pouco mais de R$ 140 milhões), variando de acordo com bônus recebidos por vitórias ou títulos. O valor é bem superior ao que o piloto ganha atualmente, que fica por volta de 21 milhões de libras esterlinas (R$ 99 milhões) ao ano.

“O carro da Mercedes que estou dirigindo agora é o melhor que já tive na minha carreira. Há muita diversão em cada final de semana, no limite para lutar pela vitória em cada pista. A Mercedes-Benz me apoia desde 1998 e estou muito orgulhoso que esse contrato irá marcar meus 20 anos com a Mercedes em 2018”, afirmou o atual líder do campeonato. O diretor-esportivo da equipe, Toto Wolff, mostrou muita satisfação na renovação com Hamilton.

“Continuidade é um dos fatores chave para se ter sucesso na F1. Lewis curtiu uma temporada fantástica com a Mercedes no ano passado e era prioridade para esta temporada renovar seu contrato. Levamos o tempo necessário neste processo e não nos apressamos”, destacou.

O dirigente ainda expressou que “os recordes esportivos de Lewis falam por si só e ele é uma grande personalidade para a empresa”. Para Wolff, a Mercedes tem agora “a mais forte dupla de pilotos para conseguir melhorar ainda mais nossos recordes juntos”.

Aos 30 anos, Hamilton deve ter assinado, provavelmente, seu último contrato da carreira. A negociação para assinar o documento foi longa e começou já no final da temporada do ano passado, quando o inglês conquistou seu bicampeonato na categoria.

Segundo o piloto, a demora foi causada porque ele próprio negociou o documento e precisou ler “várias vezes o idioma dos advogados”. No final do ano passado, ele dispensou o empresário Simon Fuller’s, da XIX Entertainment e decidiu gerenciar sozinho a sua carreira.

Porém, a demora para fechar o contrato aumentou os rumores de que Hamilton estaria interessado em ir para a Ferrari. Até mesmo o chefão da F1, Bernie Ecclestone, afirmou que a mudança de equipe para o britânico seria interessante. Mas, agora, ele deve encerrar sua carreira junto a equipe inglesa.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!