Home Notícias Ciência Hackers ‘vazam’ 100 mil fotos e vídeos do Snapchat

Hackers ‘vazam’ 100 mil fotos e vídeos do Snapchat

Hackers ‘vazam’ 100 mil fotos e vídeos do Snapchat
Foto: Divulgação
0

Mais uma vez a invasão de privacidade e vazamento de fotos privadas volta às manchetes. Desta vez, mais de 100.000 vídeos e imagens enviadas usando Snapchat foram divulgadas por hackers que foram interceptar e recolher as imagens durante anos. As informações são do Daily Mail.

No início desta semana, um usuário anônimo do “4chan” afirmou ter obtido imagens do Snapchat, o serviço de mensagens efêmeras que permite aos usuários enviar fotos e vídeos que devem desaparecer depois de alguns segundos. As fotos ‘vazadas’ foram postadas em um evento apelidado de “O Snappening”. De acordo com o site Business Insider, a coleção inclui uma gama de pornografia infantil – metade dos usuários de Snapchat são adolescentes entre as idades de 13 e 17 anos.

A coleção inclui uma gama de pornografia infantil - metade dos usuários de Snapchat são adolescentes entre as idades de 13 e 17. Foto: Reprodução
A coleção inclui uma gama de pornografia infantil – metade dos usuários de Snapchat são adolescentes entre as idades de 13 e 17. Foto: Reprodução

Um aplicativo de terceiros, usando o nome da Snapchat, foi o responsável por recolher todos os arquivos de foto e vídeo durante anos, dando aos hackers acesso a uma biblioteca privada com 13GB de dados. Mas a Snapchat negou que seu serviço já estava comprometido.  “Podemos confirmar que os servidores do Snapchat nunca foram hackeados e não eram a fonte desses vazamentos” disse um representante do Snapchat ao MailOnline. “Os usuários foram vitimados pelo uso de aplicativos de terceiros para enviar e receber Snaps, uma prática que proibimos expressamente em nossos Termos de Uso precisamente porque comprometem a segurança dos nossos usuários.”, complementou.

O banco de dados de arquivos Snapchat publicadas on-line foi hospedado em viralpop.com, um site falso que instalava um software malicioso nos computadores dos usuários que tentam participar. Esse local foi agora suspenso e já se encontra fora do ar, apesar de milhares de pessoas já terem baixado a coleção de Snapchats.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!