Grécia não paga dívida ao FMI e entra oficialmente em calote

Acabou às 19h de Brasília o prazo para a Grécia pagar cerca de 1,6 bilhão de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Sem ter quitado a parcela do resgate financeiro, o país entrou oficialmente em calote com os credores internacionais.

Com o calote, a Grécia deixará de ter acesso aos empréstimos do FMI e perde direito de voto no fundo. O não pagamento da dívida pode fazer o país sair da zona do euro, grupo de países que adotam a moeda única.

Em nota, o FMI confirmou o não recebimento da parcela e informou que o pedido da Grécia para estender o prazo de pagamento ainda será avaliado. “Informamos nosso Comitê Executivo de que a Grécia está agora em atraso e que só pode receber financiamentos do FMI uma vez que as pendências estejam sanadas. Também confirmamos que o FMI recebeu um pedido das autoridades gregas por uma extensão da obrigação de pagamento que vencia hoje, que ainda irá para discussão do Comitê Executivo”.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!