Home Notícias Esporte Fórmula 1 GP de Abu Dhabi poderia ter sido alvo de terrorista em 2014

GP de Abu Dhabi poderia ter sido alvo de terrorista em 2014

GP de Abu Dhabi poderia ter sido alvo de terrorista em 2014
Foto: Wikimedia Commons
0

Segundo o Motorsport, em 2014, um homem planejava explodir uma bomba no circuito de Yas Marina, durante a realização do GP de Abu Dhabi. A etapa decidiu o campeonato de pilotos daquele ano. Lewis Hamilton sagrou-se bicampeão e Rosberg ficou com o vice-campeonato.

O homem foi preso dois dias antes do GP de Abu Dhabi, no dia 21 de outubro, acusado de envolvimento com o terrorismo. Ele tem 34 anos e se chama Mohammed Al-Habashi Al-Hashemi. O homem ainda permanece preso.

Segundo o jornal The National, dos Emirados Árabes, Mohammed foi indiciado por sete crimes relacionados ao terrorismo. Além da bomba no circuito de Yas Marina, o homem também planejava atacar uma base militar dos Estados Unidos nos Emirados Árabes. Ele também foi acusado de fazer bombas caseiras e de financiar e promover a Al Qaeda e o Estado Islâmico. Mohammed negou as acusações, e o caso foi adiado para o dia 18 de janeiro do ano que vem.

Mohammed era casado com com Alaa Bader Al-Hashemi. Há um ano, Alaa matou um professor norte-americano em um shopping de Abu Dhabi. Como punição, Alaa foi executada em julho desse ano.

Por Eloir Ferretti

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!