Home Notícias Brasil CE Fortaleza, Natal e Recife disputam posição de ‘hub’ internacional da Latam Airlines

Fortaleza, Natal e Recife disputam posição de ‘hub’ internacional da Latam Airlines

Fortaleza, Natal e Recife disputam posição de ‘hub’ internacional da Latam Airlines
0

O Grupo Latam Airlines, formado pela brasileira Tam e a chilena Lan, anunciou nesta sexta-feira (17) um estudo para implantar o primeiro centro de conexões de voos domésticos e internacionais no Nordeste, o chamado hub no setor de aviação. As cidades de Fortaleza (CE), Natal (RN) e Recife (PE) são as candidatas e, segundo a presidente executiva da Tam, Claudia Sender, o novo hub vai exigir investimentos adicionais de US$ 1,3 bilhão. Além de gerar demanda para o Nordeste, o objetivo da empreitada é ampliar a atuação das empresas do grupo em voos entre América do Sul e Europa.

Os critérios para a definição da cidade vencedora são: localização geográfica, infraestrutura aeroportuária e seu potencial de desenvolvimento, e ainda, que ofereça uma melhor experiência ao cliente. “Fatores como competitividade de custos, atrelada a uma infraestrutura adequada, serão determinantes para a concretização desse projeto”, informou a Latam.

O grupo revelou que serão realizados contatos com as autoridades para viabilizar os requisitos necessários que permitirão a escolha de uma das três capitais. A previsão é que essa definição seja realizada até o final de 2015, para que logo em seguida tenha início a implementação do hub. A estimativa é que o início das operações ocorra em dezembro de 2016.

O plano presume que o hub opere destinos na Europa e também voos internacionais na América do Sul, além das operações dentro do Brasil. Esses destinos serão definidos ao longo do processo de implementação.

O Grupo Latam já definiu o aeroporto de Guarulhos como o seu principal hub internacional, e o novo hub no Nordeste vai complementar de maneira estratégica os objetivos do grupo, dentro de seu papel de liderança na América Latina.

“Estamos muito empenhados na viabilização dessa iniciativa, cientes do enorme fortalecimento de conectividade e do desenvolvimento econômico que o projeto trará para a região Nordeste do Brasil”, diz Claudia Sender.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!