Forças iraquianas ainda combatem Estado Islâmico em Fallujah

(ANSA) – As Forças Armadas do Iraque continuam a enfrentar militantes jihadistas do Estado Islâmico (EI, ex-Isis) no norte da cidade de Fallujah, dias após terem tomado controle do centro administrativo do município. Em entrevista à agência norte-americana “Associated Press”, o general Haider al-Obeidi disse que espera livrar totalmente a cidade dos jihadistas nos próximos dias.

Ainda segundo ele, apesar de muitos tentarem deixar a cidade se disfarçando, a grande maioria dos militantes são estrangeiros e não conseguem se misturar com a população, tornando-se alvos fáceis de identificação. Após mais de dois anos nas mãos dos terroristas, as autoridades de Bagdá finalmente hastearam a bandeira do Iraque no centro da cidade de Fallujah na última sexta-feira, depois de quase quatro semanas de cerco ao EI.

Fallujah foi a primeira cidade iraquiana a cair nas mãos do EI, ainda em janeiro de 2014, meses antes de declararem o Califado na região entre Iraque e Síria. Se o controle total da cidade for retomado, isso irá representar um grande golpe para o grupo. Dados não oficiais apontam que desde maio, quando a ofensiva teve início, mais de 60 mil pessoas deixaram a cidade, sendo que metade delas saíram na última sexta-feira. A cidade se localiza a cerca de 60 quilômetros da capital, Bagdá.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!