Força Nacional prorroga apoio ao sistema penitenciário no RN

O Ministério da Justiça prorrogou por seis meses o apoio da Força Nacional de Segurança Pública ao sistema prisional do Rio Grande do Norte. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (21).

“As ações são de policiamento ostensivo na modalidade de patrulhamento nos perímetros externos dos estabelecimentos prisionais de Natal e região metropolitana”, explica a secretária nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Regina Miki.

A iniciativa foi estabelecida em caráter episódico e planejado por mais 180 dias, e a pedido do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. “Desde o dia 15 de março deste ano, o Ministério da Justiça está reforçando as ações de segurança pública no Rio Grande de Norte com equipes de policiais militares da Força Nacional, e também com investimentos no sistema penitenciário”, acrescenta Regina Miki.

Operações

Além da operação ostensiva em apoio ao sistema penitenciário, com policiais militares, a Força Nacional também desenvolve no Rio Grande do Norte, a pedido do governo do estado, outras três operações:

– Judiciária, com equipes de investigadores reforçando a apuração de homicídios;

– Perícia, com peritos e papiloscopistas intensificando levantamentos e confecção de laudos sobre crimes em geral;

– Guardas-vidas, com bombeiros da Força Nacional prevenindo afogamentos no litoral potiguar – Aviação Policial, com profissionais de segurança pública especializados auxiliando os órgãos locais nessa área de atuação.

A Força

Hoje, a Força desenvolve mais de 39 operações, simultaneamente, em 13 estados e no DF, envolvendo policiais militares, policiais civis, bombeiros militares ou profissionais de perícia. Após concluírem até dois anos de operações, eles retornam às suas instituições de origem.

Ligada à Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, a Força Nacional é um programa de cooperação federativa criado em 2004 com a participação profissionais de segurança pública dos 26 estados e do Distrito Federal. Suas equipes atuam em situações de crise e operações especiais em apoio aos entes federativos.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!