Home Notícias Esporte Fifa diz ser vítima em suposto esquema de corrupção

Fifa diz ser vítima em suposto esquema de corrupção

Publicidade

Fifa diz ser vítima em suposto esquema de corrupção
0
Publicidade

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) afirmou que acolhe “com satisfação” as investigações das autoridades policiais dos Estados Unidos e da Suíça contra a corrupção e outras práticas ilícitas no futebol mundial. Segundo o diretor de comunicação, Walter de Gregório, a entidade, apesar de ser uma vítima do suposto esquema fraudulento, está cooperando com as investigações.

“Neste caso a Fifa é uma vítima, é a parte prejudicada”, disse Walter Gregório em pronunciamento à imprensa, num hotel da Suíça, horas após policiais suíços deterem em Zurique sete dirigentes da entidade. Entre eles está o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marín.

“Não houve nenhuma ação dentro de nossos escritórios, somos quem sofre as consequências”, acrescentou o diretor da Fifa ao alegar que o episódio prejudica a imagem da entidade. Ele confirmou que as prisões têm origem em investigações sobre um suposto pagamento de suborno para a escolha dos países-sede das duas próximas Copas do Mundo: Rússia, em 2018, e Catar, em 2022.

Segundo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, foram detidos além de José Maria Marín, os dirigentes da Fifa Jeffrey Webb, Eduardo Li, Julio Rocha, Costas Takkas, Eugenio Figueredo e Rafael Esquivel. Um mandado de busca também é executado na sede da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf), em Miami, na Flórida. Os detidos deverão ser extraditados para os Estados Unidos, onde a procuradoria de Nova York os indiciou por extorsão e corrupção.

O Ministério Público da Confederação Helvética instaurou nesta quarta-feira um processo penal contra os dirigentes para apurar as suspeitas de pagamento de suborno na escolha dos países-sede. Ainda assim, o diretor da Fifa garantiu que tanto as duas próximas edições do evento quanto as eleições desta sexta-feira (29) para a escolha do novo presidente da Fifa estão mantidas. Segundo Gregório, o atual presidente, Joseph Blatter, não está entre os investigados.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!