Home Notícias Brasil RN Estatísticas mostram quadro das crianças à espera da adoção no RN

Estatísticas mostram quadro das crianças à espera da adoção no RN

Publicidade

Estatísticas mostram quadro das crianças à espera da adoção no RN
Foto: Reprodução / Fotos Públicas
0
Publicidade

Das 40 crianças e adolescentes aptos à adoção no RN, 32 são do sexo masculino. O juiz José Dantas de Paiva salienta que do total, cinco tem menos de um ano de idade e outros seis tem até quatro anos. A quantidade de crianças entre 8 e 12 anos é de 12 casos, enquanto o número de adolescentes entre 13 e 17 chega a 21 casos.

Na fila, 29 crianças ou adolescentes são pardas, nove brancas, uma negra e uma indígena. 60% tem irmãos (o que é um dos casos que dificulta a adoção).

Adotar uma criança pode ser o último caminho para quem não consegue engravidar. Pode ser, também, um recurso para casais homossexuais que pretendem ter filhos. Mas pode ser, ainda, uma opção de vida. Seja em qual circunstância for, adotar é sobretudo um gesto de amor.

Realidade nacional
Segundo dados do Cadastro Nacional de Adoção, em todo Brasil há 6.116 crianças aptas a serem adotadas. A proporção de pretendentes para cada uma delas chega a 5,5 possíveis adotantes – são 33.978 habilitados.

Segundo os dados do CNA, 55% dos aptos a serem adotados no país têm mais de 12 anos de idade. Por outro lado, apenas 10,84% tem de 0 a 2 anos de idade. Do lado dos pretendentes à adoção, somente 0,55% aceitam receber adolescentes com mais de 12 anos de idade, enquanto 45,61% aceitam receber crianças de 0 a 2 anos de idade.

A maioria das crianças aptas são pardas (48,76%), seguidas das brancas (33,03%) e das negras (17,45%). Por outro lado, dos pretendentes à adoção, 24,6% declaram que somente aceitam crianças brancas.

Habilitação
Quem está motivado a adotar uma criança ou adolescente, deve ingressar com um Processo de Habilitação a Adoção em uma Vara de Infância e Juventude do seu domicílio para, após ser habilitado, passar a constar na listagem de pretendentes no Cadastro Nacional de Adoção (CNA).

Inicialmente, o processo de habilitação consiste na preparação e entrega de toda a documentação exigida, além do candidato submeter-se a entrevista com psicólogo e assistente social e fazer o curso de preparação.

Número de adoções no RN (ano/dado)
2012 – 103
2013 – 171
2014 – 119
2015 – 47 (até 30/06)

Foto: Agência Brasil 

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!