Home Notícias Ciência Especialistas discutem os perigos de enviar mensagens para extraterrestres

Especialistas discutem os perigos de enviar mensagens para extraterrestres

Especialistas discutem os perigos de enviar mensagens para extraterrestres
A Nasa revelou que poderia haver até 40 bilhões de planetas potencialmente habitáveis ​​na nossa galáxia
0

Desde que os astrônomos descobriram que a Terra não era o único planeta no cosmos uma pergunta perdura: Será que estamos sozinhos no universo?. Os últimos dados recolhidos pela Nasa e outras agências espaciais sugere que poderia haver até 40 bilhões de planetas potencialmente habitáveis ​​na nossa galáxia, a Via Láctea. Mas, enquanto realizamos pesquisas para encontrar planetas habitáveis ​​e até mesmo sinais de uma raça inteligente, alguns especialistas têm alertado que fazer o primeiro contato pode ser desastroso.

Eles dizem que, se fôssemos transmitir a nossa posição, poderíamos estar convidando uma raça alienígena hostil à nossa porta – e, finalmente significar o fim da civilização. O debate sobre se devemos entrar em contato com alienígenas ou não vem ocorrendo na Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS, sigla em inglês), em San Jose, Califórnia.

Dr Seth Shostak, diretor de Seti, argumenta que todos os extraterrestres capazes de realizar uma viagem interestelar seria, pelo menos, vários séculos mais avançados do que nós e não tentaria nos destruir.
Dr Seth Shostak, diretor de Seti, argumenta que todos os extraterrestres capazes de realizar uma viagem interestelar seria, pelo menos, vários séculos mais avançados do que nós e não tentaria nos destruir.

Os especialistas da Seti (Search for Extraterrestrial Intelligence) já disseram que nós deveríamos considerar o Active Seti – o envio de mensagens, ao invés de apenas ouvir, na esperança de que alguém está lá fora. No entanto, o físico e autor Dr. David Brin, em discurso no evento, foi um dos líderes que levantaram a bandeira do “cuidado” ao invés do “contato”. “Existe uma chance, ainda que pequena, que, ao tentar encontrar extraterrestres, a humanidade pode estar prestes a cometer um erro colossal?” disse ele, de acordo com o The Times .

Seus pontos de vista segue as advertências similares de cientistas conceituados como o professor Stephen Hawking. No ano passado, o professor Hawking advertiu contra o “convite” de uma visita indesejável de aliens, salientando: “O resultado seria muito mais como quando Colombo desembarcou na América, o que não deu muito certo para os nativos americanos”. E o Dr. Brin acrescentou: “Se você levar a história humana para a discussão, há um conto de advertência. Cite um exemplo de uma reunião entre uma civilização avançada e um menos avançada tecnicamente que não terminou em lágrimas”.

No entanto, outros dizem que não devemos temer tal cenário em tudo – e, de fato, não conseguir fazer contato poderia por si só provar ser um grande erro. Dr Seth Shostak, diretor de Seti, argumenta que todos os extraterrestres capazes de realizar uma viagem interestelar seria, pelo menos, vários séculos mais avançados do que nós e não tentaria nos destruir. Os especialistas advertem que é praticamente certo que raças inteligentes já observaram a raça humana através de vazamento de transmissões de TV e sinais de radar, então não há o que esconder deles agora.

Com informações do Daily Mail.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!