Home Notícias Brasil RS Escola no RS proíbe meninas de usar ‘roupas curtas’

Escola no RS proíbe meninas de usar ‘roupas curtas’

Publicidade

Escola no RS proíbe meninas de usar ‘roupas curtas’
Foto: Reprodução/Google imagens
0
Publicidade

As novas “regras” estão em cartazes colados desde o início de dezembro nos corredores da Escola Estadual Borges de Medeiros, em Cachoeira do Sul, região central do Rio Grande do Sul. Como não poderia deixar de ter, a polêmica foi instalada entre alunos e parte da comunidade do município, que conta com pouco mais de 80 mil habitantes.

Cartazes proibindo uso de roupas curtas e decotes foram colados nos corredores da escola Foto: Reprodução / Facebook
Cartazes proibindo uso de roupas curtas e decotes foram colados nos corredores da escola
Foto: Reprodução / Facebook

Não demorou muito para que a polêmica ultrapassasse os limites da escola e até da própria cidade, ganhando destaque na web. Circula nas redes sociais – principalmente no Facebook – a imagem de um desses cartazes, acompanhada de críticas à direção da escola. Ela foi publicada inicialmente na página do Coletivo Feminista de Cachoeira do Sul e, até a tarde desta quinta-feira (11), obteve mais de 50 compartilhamentos e vários comentários, contra e a favor das novas regras impostas.

A 24ª Coordenadoria Estadual de Educação, que atende a Cachoeira do Sul, garantiu que não foi formalmente comunicada da decisão, e que tampouco recebeu reclamações por parte de pais ou alunos. Já a Secretaria Estadual de Educação emitiu nota informando que “a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa não exige o uso de uniforme escolar, mas que os estudantes têm que usar vestimentas adequadas ao ambiente escolar. Cada escola tem autonomia para definir suas regras, que de modo geral, são acordadas com a comunidade e Conselho Escolar.”

Com informações do Jornal Zero Hora*

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!