Home Notícias Economia Negócios Empreendedorismo: CEOs unem Rock e Game em negócio

Empreendedorismo: CEOs unem Rock e Game em negócio

Empreendedorismo: CEOs unem Rock e Game em negócio
Foto: Divulgação
0

Vicente Martin Mastrocola é uma pessoa inquieta. É supervisor da área de games do curso de Sistemas de Informação em Comunicação e Gestão na ESPM, professor de Mídia Digital na mesma instituição, no curso de Comunicação Social, e tem cinco livros de Game Design publicados. Vicente, ou Vince, como é mais conhecido, já trabalhou em agências de propaganda, onde criou games promocionais e advergames para empresas como Vivo, Adria, Danone, entre outras.

Também lançou board games, card games e mobile games de maneira independente e junto a publishers. De quebra, é colunista de games do site Update or Die e cuida de dois blogs sobre estudos de jogos.

No meio de tudo isso, sempre procura separar um tempinho para outra paixão: tocar guitarra e ouvir novas bandas. Apesar de não se considerar um grande músico, se diverte horrores tocando power chords com muita distorção.

Há dois anos, Vince pensou em juntar música e games em um projeto diferenciado. Buscando parceiros para o seu novo projeto, conversou com o amigo Guilherme Camargo, que é músico, professor na ESPM e sócio da Sioux, agência de tecnologia interativa com diversos games desenvolvidos e publicados.

O objetivo era criar um jogo de mecânica simples que poderia ser utilizado por bandas como plataforma de comunicação para os seus trabalhos, sendo a trilha sonora o pano de fundo para o desenrolar do desafio.

Junto a essa parceria está a empresa Quero Rock, hoje denominada como Shovel Music, que tem o papel de providenciar todo este acervo musical de bandas independentes de rock nacional, além de incentivar que estas publiquem suas músicas no game.

“A Shovel Music nasceu como uma plataforma musical diferente. Nossa missão é entreter ouvintes ao apresentar música autoral de novos artistas e oferecer profissionalismo ao entregar para o músico infográficos com informações relevantes e aprofundadas, coletadas através da audição e avaliação de suas músicas e playlists”, explica Gustavo Henriques, CMO do Quero Rock.

Nascia o RockFlickz, um jogo mobile lançado para iOS e Android. Todo o processo de criação, desenvolvimento, testes e publicação foi documentado pelo próprio Vince como uma forma de gerar conteúdo para as suas aulas e palestras.

“Quando falamos da área de games no Brasil, eu sinto muita falta de juntar o lado teórico com o prático. No projeto do RockFlickz a experiência foi muito positiva, pois tive a oportunidade de usar tudo que pesquiso sobre jogos com a ‘mão na massa’. Foi muito bom entender mais das dificuldades de se criar um jogo do zero, de acompanhar o avanço da tecnologia e da mudança rápida do perfil de comportamento do consumidor mobile. Além disso, vimos uma oportunidade de alavancar bandas independentes e um público tão apaixonado como o do segmento de jogos, com o intuito de apresentar novas músicas e assim criar esse elo entre a oferta e demanda”.

Caso uma banda de rock queira se cadastrar na plataforma, o processo é bem simples. Basta acessar shovelmusic.com e seguir os passos indicados na tela. O cadastro passará por uma curadoria da Shovel e, nas próximas atualizações, novas bandas serão inseridas na plataforma.

O projeto foi concebido durante dez meses. Nesse meio tempo, o Vince lançou seu novo livro “Game Cultura”, pela editora Cengage Learning, e morou durante um semestre na Eslováquia, onde fez parte de seu doutorado sobre Comunicação, Mídia e Tecnologia.

O projeto RockFlickz ainda está nos acordes iniciais e novos upgrades já estão sendo elaborados. A ideia é ir muito além do game e transformá-lo em uma plataforma maior. Neste primeiro momento o aplicativo chega ao mercado com algumas músicas já cadastradas, totalizando mais de 50 bandas e mais de 60 músicas para você se divertir.

O aplicativo está disponível da Play Store e Apple Store.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!