Home Notícias Política Em festa do PT, Lula não descarta candidatura em 2018

Em festa do PT, Lula não descarta candidatura em 2018

Publicidade

Em festa do PT, Lula não descarta candidatura em 2018
Lula na festa de aniversário do PT (Foto: Divulgação)
0
Publicidade

Durante fala na feste de aniversário do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não descartou a possibilidade de ser candidato à Presidência da República nas eleições de 2018. “Eles pensam que vão me tirar da luta. Se quiserem me derrubar, vão ter que me enfrentar na rua. (…) Podem estar certos de uma coisa, se for necessário eu estarei com 72 anos, com tesão de 30, para ser candidato”, garantiu, neste sábado (27), no Rio de Janeiro.

Lula ainda criticou a oposição e a imprensa que, segundo ele, estão tentando atingi-lo “com mentiras, com vazamento de informações e a criminalização” por meio de notícias, sem que haja qualquer julgamento.

O ex-presidente negou que seja o dono do triplex no Guarujá e do sítio em Atibaia – imóveis investigados pela Justiça e que tiveram destaque na imprensa nos últimos dias. Segundo ele, o sítio, por exemplo, foi comprado por seu amigo Jacó Bittar. O acordo era que a família de Lula também usufruísse da propriedade quando ele deixasse a Presidência. “Eles pensam que fazendo essa perseguição vão me tirar da luta. Eles não conhecem o que é o PT”, reforçou o ex-presidente.

Em um discurso com duras críticas à mídia partidarizada e ao Judiciário, Lula disse que “conquistou o direito de andar de cabeça erguida”. “Não imaginava que uma parte do MP era subordinado a uma parte da imprensa”, disse.

“Eu eu sou acusado de ter um apartamento, um triplex, eu quero saber como e que vai ficar essa história”, cobrou. Lula ainda lembrou as acusações contra a Rede Globo, que teria um triplex em Parati (RJ). O ex-presidente lembrou ainda que a TV Globo vem notificando os blogueiros para que tirem as reportagens sobre a família Marinho. “A Globo fala tanto de democracia e intimou os blogueiros a tirarem as notícias dos Marinho em Paraty”.

“Quando terminar esse processo eles vão ter que me dar um apartamento e uma chácara, porque estão todo santo dia tentando levar a um desgaste moral”.

Em seu discurso, Lula também disse que, apesar das divergências entre o PT e o governo da presidenta da República, Dilma Rousseff, o partido está ao lado dela. Lula disse que está à frente de um exército de milhares de soldados para defender o mandato de Dilma.

“Por mais que tenha discordância em alguma coisa, a Dilma tem que ter certeza de que o lado dela é esse. Ela precisa de nós para poder sobreviver aos ataques que ela vem sofrendo no Congresso Nacional pelos nossos adversários”, disse Lula.

Lula foi o grande homenageado da festa de 36 anos do PT, no Armazém da Utopia, na zona portuária do Rio de Janeiro.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!