Home Notícias Mundo Em encontro, Papa e Obama discutirão crise de refugiados

Em encontro, Papa e Obama discutirão crise de refugiados

Publicidade

Em encontro, Papa e Obama discutirão crise de refugiados
Papa Francisco e Barack Obama trocam presentes no Vaticano, Março 27, 2014
0
Publicidade

(ANSA) – A crise de imigrantes e refugiados que atinge a Europa está entre os temas centrais do encontro que o papa Francisco terá com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, no próximo dia 23, em Washington. Em um comunicado, a Casa Branca informou que o líder da Igreja Católica e o mandatário “prosseguirão o diálogo iniciado em março de 2014”, quando se reuniram no Vaticano, “compartilhando seus valores comuns e uma série de empenhos”.

“A proteção das minorias religiosas e a liberdade de fé no mundo estarão no centro do debate, assim como o acolhimento e a integração dos imigrantes e refugiados às comunidades”, destacou a Presidência dos EUA. Desde que assumiu o Pontificado, o argentino Jorge Mario Bergoglio faz apelos para que a comunidade internacional resolva a crise migratória. Uma de suas primeiras viagens foi para a ilha de Lampedusa, no Mar Mediterrâneo, que recebe diariamente dezenas de embarcações ilegais com estrangeiros que fogem de conflitos no norte da África e do Oriente Médio e tentam pedir refúgio à Europa.

O Papa esteve na ilha de julho de 2013 e prestou uma homenagem às vítimas dos naufrágios. Nas últimas semanas, a crise migratória chamou a atenção da opinião pública internacional devido ao grande fluxo de refugiados que tentam chegar à União Europeia através de rotas pela Itália, Grécia e Hungria. “As questões que serão debatidas particularmente serão as medidas de assistência aos marginalizados e aos mais pobres, além do aumento das oportunidades econômicas para todos”, ressaltou a nota da Casa Branca.

Outro assunto na pauta é o desenvolvimento sustentável e as mudanças climáticas, tema abordado pelo Papa em sua mais recente encíclica, a “Laudato Si”, publicada há três meses. O livro de 191 páginas, considerado o documento papal mais importante, critica os modelos econômicos de exploração dos recursos naturais e a desnutrição no planeta. Na semana passada, Obama fez uma viagem pelo Alasca, marcada por discursos de alertas contra as mudanças climáticas. A reunião do Papa com Obama faz parte de sua agenda nos EUA, país que visitará entre os dias 22 e 28 de setembro. Além do encontro na Casa Branca, Francisco fará um discurso na sede das Nações Unidas (ONU), em Nova York. Antes, ele passará por Cuba, em uma viagem histórica que ocorre meses após o Vaticano intermediar a reaproximação diplomática da ilha com os EUA.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!