Home Notícias Mundo Em audiência, Papa critica políticos corruptos e arrogantes

Em audiência, Papa critica políticos corruptos e arrogantes

Publicidade

Em audiência, Papa critica políticos corruptos e arrogantes
Foto: The Official Government News Portal Of Sri Lanka
0
Publicidade

(ANSA) – Na primeira audiência geral desde que retornou da viagem ao México, o papa Francisco pediu a conversão dos políticos corruptos e criticou os “poderosos” que têm sempre mais sede de poder. Citando a passagem bíblica sobre a vinha de Nabot, onde o Rei de Israel, Acab, e sua esposa, Jezebel, elaboram um plano para matar Nabot por ele não querer vender seu vinhedo próximo ao terreno dos reis, o Santo Padre afirma que a história se repete ao longo dos tempos.

“A história de Nabot não é uma história de tempos passados, é um história de hoje. Também hoje os poderosos, para ter mais dinheiro, exploram as pessoas, é a história do tráfico, do trabalho escravo, das pessoas pobres que trabalharam no escuro para enriquecer os poderosos. É a história dos políticos corruptos que querem sempre mais, mais e mais”, afirmou o Pontífice nesta quarta-feira (24).

Porém, segundo o líder católico, “Deus é maior que a maldade e do que os jogos sujos feitos pelos seres humanos”, e envia o profeta Elias para converter o rei Acab. Com humor, Jorge Mario Bergoglio ainda brincou e disse que “o profeta Isaías não era comunista” ao mostrar as benesses divinas aos poderosos.

O sucessor de Bento XVI ainda falou ao cerca de 20 mil fiéis que estavam na Praça São Pedro que ler esse episódio bíblico escrito pelo “grande Santo Ambrósio” fará bem a todos, “especialmente no período da Quaresma, porque é algo muito bonito e muito concreto”.

A homilia seguiu a linha adotada pelo Sumo Sacerdote no país latino, onde criticou duramente o tráfico de pessoas e de drogas e a corrupção nas cidades. Durante suas missas e encontros, o argentino pediu que os mexicanos, especialmente os mais jovens, não se “entreguem” ao tráfico e busquem se ajudar mais para impedir o avanço dos crimes. Ele também pediu que os religiosos “não se escondam” nas igrejas e lutem pelos direitos da população.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!