Dois jornalistas são mortos durante transmissão ao vivo para TV nos EUA

Dois jornalistas foram mortos a tiros durante uma transmissão ao vivo para TV em Moneta, na Virgínia, nos EUA. A repórter Alison Parker, 24, e o fotógrafo Adam Ward, 27, conduziam uma entrevista para a TV WDBJ, uma afiliada da CNN, no momento do ataque, por volta das 7h30 locais. A pessoa que estava sendo entrevistada ficou ferida e foi levada para um hospital. O atirador está foragido.

Canal WDBJ7 postou em seu perfil no Twitter fotos de Alison Parker e Adam Ward em homenagem: 'Nós amamos vocês, Alison e Adam' (Foto: Reprodução/Twitter/WDBJ7)
Canal WDBJ7 postou em seu perfil no Twitter fotos de Alison Parker e Adam Ward em homenagem: ‘Nós amamos vocês, Alison e Adam’ (Foto: Reprodução/Twitter/WDBJ7)

A polícia disse que está buscando um suspeito que teria atirado em “diversas pessoas”. O motivo do ataque é desconhecido. O vídeo abaixo mostra uma repórter gritando e o som de tiros. Alerta: o conteúdo do vídeo é chocante:

Pelas imagens, quando os tiros foram ouvidos, a repórter e uma entrevistada se abaixaram para se esconder. “É com extrema tristeza que nós informamos que Alison Parker e Adam Ward foram mortos em um ataque nesta manhã”, lamentou no twitter a rede de TV WDBJ7, onde trabalhavam as vítimas.

Acredita-se que o atirador tenha atirado seis ou sete vezes, disse o gerente geral do WDBJ Jeff Marks, segundo a CNN. Parker, que é repórter matutina da rede, começou como estagiária. Ela é natural da Virgínia e passou a maior parte de sua vida na cidade de Martinsville.

Suspeito de matar jornalistas na Virgínia (EUA) se suicida durante perseguição

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!