Deputado Estadual Agnelo Alves morre em hospital de São Paulo

O deputado estadual Agnelo Alves faleceu neste domingo (21) no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Durante a madrugada ele teve uma queda acentuada de pressão e piora no quadro de infecção respiratória do qual vinha se tratando há duas semanas. Agnelo já foi senador e prefeito de Natal e Parnamirim.

De acordo com informações, as defesas baixas, em virtude do tratamento de quimioterapia contra um câncer no esôfago, também contribuíram para dificultar a recuperação. O corpo do deputado deverá se transportado para Natal ainda hoje.

Agnelo Alves nasceu na cidade de Ceará Mirim/RN. Em 1955, exerceu seu primeiro cargo público, convidado pelo Dr. Reginaldo Fernandes – Diretor do Serviço Nacional de Tuberculose, para ser seu Chefe de Gabinete, no Rio de Janeiro. Em 1965, Agnelo Alves aceitou ser o candidato do Governo à Prefeitura de Natal, substituindo ao seu amigo Erivam França, que, por motivos pessoais, desistiu de ser candidato.

EM 1998, Fernando Bezerra, candidato ao Senado, convidou-o para ser seu suplente. Com a posse de Fernando no Ministério da Integração Nacional, Agnelo Alves assumiu o Senado Federal. Convocado pelos amigos de Parnamirim, aceitou ser candidato de oposição à Prefeitura daquela cidade, vencendo o pleito com 12.103 votos. Para espanto dos seus pares no Senado, renunciou ao mandato e assumiu a Prefeitura de Parnamirim.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!