Home Notícias Brasil RN Departamento de Morfologia da UFRN inicia campanha de doação de corpos

Departamento de Morfologia da UFRN inicia campanha de doação de corpos

Publicidade

Departamento de Morfologia da UFRN inicia campanha de doação de corpos
Foto: Divulgação
0
Publicidade

Com o intuito de esclarecer a população sobre a doação voluntária de corpos para estudos, o Departamento de Morfologia (Dmor) do Centro de Biociências da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inicia uma nova etapa da campanha para cadastro de novos interessados.

O Dmor habilita todos os anos vários futuros profissionais na área de saúde na disciplina de Anatomia Humana. Embora haja bastante tecnologia envolvida nos processos de aprendizagem, a utilização de cadáveres para efeitos didáticos é imprescindível. No entanto, o material humano para estudo está cada vez mais raro, pois não existem muitas pessoas interessadas em fazer a doação dos seus corpos após o falecimento.

Em 2013, a lista de possíveis doadores era de 68 pessoas. Esse número não satisfaz as necessidades dos mais de 1.600 estudantes, que, muitas vezes, precisam fazer revezamento para observar os procedimentos de dissecação. O Programa de Doação Voluntária para Estudos Anatômicos da UFRN incentiva as doações de corpos no estado do Rio Grande do Norte e enfatiza que todos os cadáveres são tratados com muito zelo, pois são parte fundamental do aprendizado em Anatomia.

A doação do corpo para o Dmor não impede que os órgãos e tecidos sejam destinados a transplantes. Para se cadastrar no programa, o interessado deve se dirigir ao departamento e assinar os documentos exigidos pelo procedimento, registrando-os em cartório. Familiares ou representantes legais também podem fazer a doação caso a pessoa não tenha se inscrito. Após a utilização dos corpos, o sepultamento pode ser feito tanto pela família como pela própria universidade.

Outras Informações podem ser obtidas no site do Centro de Biociências e pelo email [email protected]

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!