De quarta força a campeão! Corinthians leva o Paulistão

No começo do campeonato muitos não acreditavam, mas o time e seus jogadores se reinventaram e o time pode gritar é campeão.

Sem dificuldades o Corinthians passou facilmente pela Ponte Preta, depois de golear a equipe de Campinas por 3 a 0 fora de casa, só milagre iria tirar o titulo do timão. Mas muito seguro a equipe de Carille administrou bem o jogo e empatou por 1 a 1 sem sustos para levantar a taça.

 

A incrível volta de Jô

Baladeiro, reserva na China, dispensado pelo Atlético MG essas eram as alcunhas que o centroavante contratado no final do ano passado tinha antes de retornar ao Corinthians, clube que o revelou em 2004. E logo na primeira partida do campeonato o atacante mostrou a que veio, sofrendo e batendo o pênalti que deu a vitória para o time contra o São Bento em Sorocaba. E depois vieram os clássicos, e em todos os 5 jogos ele deixou sua marca. Vitorias que deram moral ao atacante e ao time que foi confiando cada vez mais em Jô. Se tem um cara que mostrou um novo lado esse cara é Jô.

O fico de Rodriguinho coroado com um show na final.

Rodriguinho foi um dos poucos que se salvaram em 2016, as boas atuações do jogador chamaram a atenção do Fenerbache da Turquia que chegou a fazer proposta pelo jogador, porém a diretoria do Timão segurou o atleta e ainda renovou com ele. Apesar das dificuldades financeiras essa decisão se mostrou fundamental para o titulo. O jogador foi o pulmão Corintiano, conduzindo a bola do meio ao ataque além de recompor o meio campo. E isso ficou evidente com uma belíssima atuação na primeira partida da final do Paulistão contra a Ponte Preta onde o meia fez dois gols e deu um belo passe para o gol de Jadson. Sem duvidas na técnica Rodriguinho é o melhor do time e do campeonato.

Jadson, o retorno do maestro.

Propostas de Flamengo, Atlético MG, Grêmio e até alguns clubes do exterior, nenhum deles foi capaz de mudar a cabeça do meia que quis voltar para o time onde foi campeão brasileiro em 2015. Apesar de voltar um pouco acima do peso e mostrar lentidão nos primeiros jogos não demorou muito para o meia mostrar sua qualidade em passes e lançamentos. Se no Paulistão Jadson não brilhou tanto como em 2015, podem ter a certeza que no restante da temporada ele vai ser decisivo em vários jogos.

A afirmação de Carille.

No inicio do ano as desconfianças eram enormes em cima do treinador, não que com o titulo elas vão diminuir, porém a conquista do Paulistão vai dar uma mais tranquilidade para o treinador. Carille era taxado como retranqueiro por colocar um time com vários volantes, mas o elenco foi se fortalecendo e jogador como os garotos Arana e Maycon ganharam personalidade e se tornaram peças ofensivas para o time, além disso ele contou com dois reforços que se encaixaram bem como Pablo e Gabriel. Até Romero, jogador muito contestado pela torcida fez o gol do titulo e mostrou que a insistência do treinador não foi atoa. Mérito total da conquista para o treinador.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!