Crise econômica pode elevar número de divórcios no Brasil, diz especialista

De acordo com o último levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o brasileiro está se divorciando mais. O estudo mostrou que o número de divórcios no País cresceu 161,4% em 10 anos. Esse avanço deve continuar. A considerar pelo agravamento da crise financeira que atinge muitas famílias, é inevitável que o impacto dessa instabilidade se reflita nos relacionamentos.

Considerada uma das maiores especialistas do Brasil em Direito de Família, a Dra. Priscila Corrêa da Fonseca – do escritório Priscila M. P. Corrêa da Fonseca – acredita que a queda no rendimento familiar, em todas as classes, pode contribuir para a elevação dessa estatística. “Além disso, a crise financeira deve estimular também as demandas por alimentos em todos os sentidos (exoneração, redução, execução)”, comenta.

De acordo com a advogada, historicamente, a situação financeira de um casal, quando está abalada, figura entre os principais motivos que determinam o pedido de divórcio. “Só perde para casos de adultério”, explica.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!