Home Concurso Público Como se preparar para o Concurso do INSS

Como se preparar para o Concurso do INSS

Como se preparar para o Concurso do INSS
Foto: Reprodução
0

Todo mundo já deve saber que esse é um dos concursos públicos mais disputados – e mais difíceis – que tem. Logo, ele requer uma preparação mais aprofundada e específica para ser aprovado. Abaixo, veja algumas dicas sobre como se preparar para se sair bem no concurso para Técnico do INSS: concorrência, o que estudar, material recomendado, como planejar os estudos e muito mais. Confira:

Concorrência do Concurso INSS

O concurso para Técnico do Seguro Social do INSS é sem dúvida um dos mais concorridos do país. Para se ter uma ideia, em 2011, a concorrência chegou à impressionante marca de 602,97 candidatos por vaga.

Concurso do INSS: Simulado gratuito para Técnico do Seguro Social

No entanto, não precisa desaminar com esses números, pense nisso como fator a estimular a sua preparação o máximo possível. A boa notícia é que apesar dessa concorrência, o INSS costuma chamar muito mais candidatos do que as vagas ofertadas. Prova disso é o concurso de 2011 que ofereceu 1.500 vagas e nomeou mais de 5 mil (5.020) candidatos durante o prazo de validade do concurso.

Vale a pena prestar o Concurso do INSS?

A carreira no INSS é muito desejada por vários fatores positivos, dentre os já conhecidos benefícios da carreira pública como estabilidade, salários atrativos, licenças entre outros, no INSS há benefícios como gratificação por desempenho, possibilidade de crescimento na carreira e ainda a imensa vantagem da possibilidade de poder trabalhar perto de casa por conta das inúmeras agências espalhas pelo país. Portanto, vale a pena todo o esforço para ser aprovado.

O que estudar para o Concurso do INSS?

As matérias que costumam ser cobradas na prova do concurso são:

Conhecimentos Gerais
Língua Portuguesa
Raciocínio Lógico
Noções de Informática
Noções de Direito Constitucional
Noções de Direito Administrativo
Ética no Serviço Público
Regime Jurídico Único
Conhecimentos Específicos
Direito Previdenciário

O foco maior de estudos sem dúvida nenhuma deve ser em Direito Previdenciário (Confira aqui, vídeo-aula gratuita) que exige conhecimentos aprofundados e é a matéria mais importante deste concurso (chega a representar mais de 60% da prova).

Além disso, essa matéria normalmente é o primeiro critério de desempate, o que num concurso concorrido como esse, pode ser determinante para a sua classificação.

Plano de estudos

O ideal é que você inicie seus estudos o quanto antes e monte um cronograma diário com essas matérias cobradas no concurso anterior e quando sair o edital veja se há algum assunto diferente a ser incluído.

Faça um calendário e defina uma disciplina por dia como em um sistema de ciclos e repita a disciplina de Direito Previdenciário mais vezes do que as outras por conta da importância dessa matéria. A recomendação é que pelo menos 50% do seu tempo total de estudo seja apenas para essa disciplina.

O planejamento é importante para te ajudar a manter a regularidade nos estudos. Veja um exemplo para tomar como base:

Segunda – Direito Previdenciário e Língua Portuguesa
Terça – Noções de Direito Administrativo e Raciocínio Lógico
Quarta – Direito Previdenciário e Noções de Direito Constitucional
Quinta – Noções de Informática e Regime Jurídico Único
Sexta – Ética no Serviço Público e Direito Previdenciário
Sábado – Revisões
Domingo – Simulados

Material de estudos

Para esse concurso a melhor recomendação é que se adquira uma Apostila Específica para conseguir estudar de maneira direcionada sobre todo o conteúdo.

E para Direito Previdenciário é importantíssimo que os estudos sejam bem mais aprofundados seguindo a mesma sugestão de livros direcionados a esse assunto. Então pesquise na internet, livrarias e bibliotecas, que você acha bons materiais.

Dica para o Concurso do INSS

E pra finalizar, uma dica extremamente importante é que seja incluído nos seus estudos para o Concurso do INSS a prática de simulados com questões de provas anteriores.

Através dos simulados você consegue identificar o que realmente cai na prova e quais pontos você tem mais dificuldade em assimilar. Dessa forma, você pode direcionar bem os seus estudos e não correr o risco de perder tempo estudando o que não há necessidade.

Com informações do Canal do Ensino

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!