Home Notícias Ciência Cometas podem ter ajudado na origem da vida na Terra, afirma estudo

Cometas podem ter ajudado na origem da vida na Terra, afirma estudo

Cometas podem ter ajudado na origem da vida na Terra, afirma estudo
Imagem: Reprodução
0

Os cometas muitas vezes são atrelados a desgraça, causando extinções em massa e destruição na Terra. Mas um novo estudo descobriu novas provas de que as rochas espaciais foram cruciais na criação da vida na Terra, e talvez em outros planetas.

Os cientistas fizeram a descoberta após simularem as condições de impactos de cometas na Terra no momento em que a vida apareceu pela primeira vez, em torno de quatro bilhões de anos atrás. O trabalho foi realizado pela Dra. Haruna Sugahara, da Japan Agency for Marine-Earth Science and Technology (JAMSTEC) em Yokahama, e pelo Dr. Koichi Mimura, de Nagoya.

Isto acrescenta ao corpo de trabalho que reivindica que as moléculas orgânicas em cometas ajudaram a criar a vida em nosso planeta. Os pesquisadores levaram misturas congeladas de aminoácido, gelo de água e silicato a – 196 ° C e usaram uma arma propulsora para simular o choque do impacto de um cometa.

Depois de estudar a mistura de pós-impacto com cromatografia gasosa, eles descobriram que alguns dos aminoácidos se juntaram em peptídeos curtos de até três unidades de comprimento.

Com base nos dados experimentais, os investigadores foram capazes de estimar que a quantidade de péptidos produzidos seria praticamente o mesmo produzido por processos normais da Terra, tal como as tempestades de raios ou de ciclos de hidratação e a desidratação.

“Nosso experimento mostrou que as condições frias de cometas no momento do impacto foram fundamentais para esta síntese, já que este tipo de peptídeo formado desta maneira são mais propensos a evoluir para péptidos mais longos,” disse a Dra. Sugahara.

Este resultado indica que impactos de cometas desempenharam um papel importante no fornecimento de sementes de vida para a Terra primitiva. Ele também abre a possibilidade de que pode haver evolução química semelhante em outros planetas. Dentro de nosso próprio sistema solar, é provável que os satélites gelados de Júpiter e Saturno, como Europa e Enceladus, tenham sido submetidos a um bombardeio de cometa similar, uma vez que a missão Stardust da Nasa mostrou a presença do aminoácido glicina em cometas.

Com informações do jornal Daily Mail

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!